Rádios On-line
11588
REFORMA

Morenão passará por reforma orçada em R$ 4 mi

O objetivo é tornar o Estádio uma arena para grandes eventos esportivos

12 AGO 2019 - 10h:30Por Isabelly Melo

A obra emergencial do Estádio Pedro Pedrossian, mais conhecido como Morenão, está estimada em R$ 4 milhões, valor que será dividido entre o Governo do Estado e o Procon de Mato Grosso do Sul. Segundo o superintendente do Procon, Marcelo Salomão, a utilização do dinheiro do fundo do Órgão para as obras no Morenão, é legal. Considerando que existe uma relação de consumo por parte do público-torcedor e do estádio. Porém, a liberação do valor depende de aprovação do conselho estadual do órgão.

O Estádio receberá ainda um novo placar eletrônico. Foto: Isabelly Melo

De acordo com o diretor presidente da Fundesporte (Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul), Marcelo Miranda, a obra será licitada e executada pela Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos), cabendo à UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) a realização do projeto técnico.

A Universidade deu o prazo de 60 dias para apresentar o projeto da obra que visa a recuperação hidráulica e elétrica do Morenão, incluindo questões de acessibilidade e segurança, reforma dos vestiários, banheiros, arquibancadas, e ainda a instalação de um novo placar eletrônico. “A ideia é fazer o Estádio gerar renda. De tal forma que a Universidade não seja sobrecarregada. Ou seja, exonerar a UFMS dos custos para que a gente possa garantir a reabertura do Morenão, e que ele continue funcionando”, destacou Marcelo.

A primeira fase das obras atenderá as exigências do Ministério Público de Mato Grosso do Sul, a fim de liberar o Estádio para o Campeonato Estadual de Futebol 2020. O presidente da Fundesporte revelou que, em acordo com o MPE, “se as obras estiverem em andamento, e metade das adequações de segurança cumpridas, o Morenão será parcialmente liberado para o Estadual do ano que vem”. 

Confira o vídeo:

Deixe seu Comentário

Rádio CBN CG

Ver Todos os Vídeos