Rádios On-line
DE OLHO

MP vai fiscalizar aplicação das vacinas em todo Estado

Foi criado canal para denunciar quem furar a fila da vacina contra o coronavírus

23 JAN 2021 - 14h:00Por Ingrid Rocha

O s ministérios públicos Estadual (MPMS) e Federal (MPF) de Mato Grosso do Sul disponibilizaram canais para denunciar pessoas que estão furando fila para receber a vacina contra a Covid-19. O MPF está apurando casos de desvio de vacinas e afirmou que a prática é criminosa.

A denúncia para o MPF pode ser feita pelo celular. O cidadão precisa baixar o aplicativo “MPF Serviços” ou cadastrar a denúncia na sala de atendimento ao cidadão no site do órgão.

Pelo MPMS, a denúncia pode ser feita através do número 127, ou a pessoa pode ir presencialmente ao prédio da promotoria, que fica na rua da Paz, número 134. Para que a denúncia seja feita, o MPF orienta que a pessoa reúna o máximo de informações possíveis para homologar a reclamação.

O primeiro grupo de imunização é composto por mais de 118 mil pessoas, considerando os idosos com mais de 60 anos e pessoas com deficiência institucionalizados, indígenas e profissionais da saúde que atuam na linha de frente do combate a Covid-19.

Alinhados

Procurador-Geral de Justiça, coordenadores dos grupos/núcleo da saúde e educação do MPMS, Governador do Estado e secretários estaduais da Saúde, Educação e Segurança Pública se reuniram na tarde desta quinta-feira (21), na Governadoria, para alinhar estratégias de combate à pandemia de Covid-19 para este ano. A manutenção do toque de recolher, a fiscalização da aplicação de vacinas nos municípios e planos de retorno às aulas na Rede Estadual de Ensino foram pauta do encontro.

Para conter a propagação do vírus causador da Covid-19, diminuir o número de infecções e desafogar as estruturas de saúde, o toque de recolher em todo o Estado deve ser prorrogado, com apoio do MPMS. Decreto com a determinação será editado e publicado em diário oficial. A medida que limita a circulação de pessoas continuará sendo fiscalizada pelas forças de segurança de Mato Grosso do Sul. No encontro, o governo do Estado ainda apresentou três planejamentos de volta às aulas da Rede Estadual de Ensino. O primeiro presencial, o segundo híbrido, e o último remoto. Com todas as escolas já equipadas com kits e equipamentos de proteção para alunos, professores e técnicos administrativos, o plano de retorno às aulas ideal para o ano letivo de 2021 será definido em conjunto entre os setores de Educação e Saúde.

Participaram da reunião o governador Reinaldo Azambuja; o procurador-geral de Justiça do MPMS, Alexandre Magno de Benites Lacerda; os secretários estaduais Geraldo Resende (Saúde), Maria Cecilia Amendola da Motta (Educação) e Antônio Carlos Videira (Justiça e Segurança Pública). Além de promotores de várias pastas. 

Deixe seu Comentário

Rádio CBN CG

Ver Todos os Vídeos