Rádios On-line
16578
AGRONEGÓCIO

MS mostra potenciais no Siavs

Expectativa do crescimento da demanda por alimentos abre mais mercados para MS

27 AGO 2019 - 18h:24Por Redação/CBN

Atento a maior demanda da atualidade no mundo, o alimento, Mato Grosso do Sul saiu na frente e trouxe pelo segundo ano consecutivo um leque de atrativos que podem levar investidores para o Estado. O objetivo: de gerar renda e emprego, além de fomentar ainda mais setor produtivo da avicultura e suinocultura do Estado.

Nesta terça-feira (27.8), no Salão Internacional de Avicultura e Suinocultura (SIAVS), em São Paulo (SP), todos os benefícios de se investir em solo sul-mato-grossense foram apresentados. Na solenidade de abertura, o governador Reinaldo Azambuja falou da necessidade de tornar mais viável o grande celeiro do mundo. Ele ressaltou que hoje existe um horizonte propício, principalmente no cenário das exportações de proteína, energia, produtos agropecuários e commodities.

Ele também defendeu que no período de maior recessão dos últimos anos, o agronegócio foi quem deu respostas rápidas e positivas para a economia nacional. O grande desafio agora, segundo o governador, é acabar com a guerra das informações que, desencontradas, tendem a atrapalhar o potencial produtivo do país.

Reinaldo Azambuja também pediu para que o País tenha unidade para defender as políticas do setor. “Esse é um dos grandes desafios, principalmente do setor produtivo, trabalhar as informações corretas para proteger esse enorme potencial que é a produção da avicultura e suinocultura, que prospecta para o futuro”, disse o governador.

O governador lembrou que outro grande gargalo enfrentado pelo setor produtivo é a ineficiência logística em todo o país. “Esse desafio que o produtor enfrenta da porteira pra dentro, a ineficiência e baixa logística para aumentar a nossa competitividade, talvez seja este mais um grande desafio que nós temos que enfrentar conjuntamente com o setor produtivo”, concluiu.

Neste percurso que segue a defesa do secretário Jaime Verruck (Semagro), com mercados como a China, a expansão do comércio indiano e também do mercado árabe – potenciais negócios para Mato Grosso do Sul – projeto como da Rota Bioceânica se torna ainda mais necessário. “O Salão Internacional de aves e suínos é um dos salões mais importantes das América do Sul, onde são apresentados tecnologias nestas áreas de produção”, disse, lembrando que Mato Grosso do Sul é o único Estado presente fisicamente na feira.

“Mato Grosso do Sul tem todas as condições para atender esta demanda. Nós temos produção agrícola, farelo, milho, temos o produtor rural disposto a investir e temos linhas de financiamento para apresentar o Estado tanto para o produtor como também para indústrias brasileiras e internacionais’.

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, parabenizou o Estado pela iniciativa e olhar arrojado. Ela considerou uma ação visionária a instalação do estande do Estado, organizado pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar.

“Isso demostra que o Estado está atento à atividade que emprega e gera renda, que utiliza o milho que nós colhemos lá, enfim, olhando pra fora e não só para dentro. Está se capacitado mais e se mostrando mais”, classificou.

 

Rota Bioceânica

Um dos grandes desafios atualmente é o escoamento da produção sul-mato-grossense e brasileira em geral. Para isso, o projeto do Corredor Bioceânico se torna necessário dentro de uma política de expansão do agronegócio.

Na última semana, o Estado foi palco da VIII Reunião que discutiu o plano de logística de escoamento pelo pacífico. “E Mato Grosso do Sul neste contexto se apresenta estrategicamente localizado”, finalizou Verruck.

Mato Grosso do Sul é hoje o 5º no ranking nacional na produção de suínos. O Estado também abriga a indústria Aurora de Alimentos, em São Gabriel do Oeste, e Cooperativa Agroindustrial Alfa, em Sidrolândia.

Também estiveram presentes os governadores do Espírito Santo, Renato Casagrande; Minas Gerais, Romeu Zema; Paraná, Ratinho Júnior; Rio Grande do Sul, Eduardo Leite; e de São Paulo, João Doria. 

(Com informações da assessoria)

Deixe seu Comentário

Rádio CBN CG

Ver Todos os Vídeos