Rádios On-line
16832
CRISE NA BOLÍVIA

MSGÁS diz que instabilidade pode atrasar projetos de MS

Situação no país vizinho preocupa no andamento da UFN3 e na Termofronteira

12 NOV 2019 - 17h:24Por Gabi Couto/CBN

O presidente da Companhia de Gás do Estado de Mato Grosso do Sul (MSGás), Rudel Trindade, convocou a imprensa nesta terça-feira (12) para esclarecer a situação do gás boliviano que é utilizado pelo Estado em vários empreendimentos. 
Segundo ele, não há com o que se preocupar em relação ao suprimento do produto do país vizinho, que coincidentemente aumentou nos últimos dias.
No entanto, a única preocupação é com o andamento dos projetos que dependem de documentação administrativa e burocrática de escritórios da estatal boliviana que estão fechados. 
O prazo para concluir a documentação da Termofronteira se encerra nesta semana e a previsão é que seja prorrogado. 
Já o contrato da UFN3, em Três Lagoas, depende da papelada entre os países até o final deste mês. Confira a entrevista na íntegra: 

Deixe seu Comentário

Rádio CBN CG

Ver Todos os Vídeos