Rádios On-line
MOTOCICLISMO

Mulheres de MS integram revezamento mundial sobre rodas

Pela primeira vez Mato Grosso do Sul participa do Revezamento Women Riders World

11 DEZ 2019 - 14h:56Por Isabelly Melo

Nesta quinta-feira (12), 17 motociclistas de Mato Grosso do Sul irão participar do Revezamento Women Riders World Relay (WRWR), considerado um dos maiores movimentos para disseminar e incentivar o motociclismo feminino mundial. As sul-mato-grossenses irão percorrer mais de mil km entre as cidades de Campo Grande, Ponta Porã e Chapadão do Sul.

Algumas integrantes do Revezamento Foto: Arquivo Pessoal

O movimento mundial chega pela primeira vez em Mato Grosso do Sul, após passar por várias cidades do mundo, como Costa Rica, Nicarágua, Honduras e outros. Neste ano, ao fim de todo o percurso, o destino será a África do Sul.

De acordo com Graziela de Oliveira Bernardo, escolhida como guardiã representante do bastão aqui no Estado, o revezamento nasceu na Escócia, com o objetivo de chamar a atenção das industrias para a demanda existente, dentro do mundo sobre duas rodas, para as mulheres.

“A cada dia nos deparamos com um número crescente de mulheres querendo pilotar, nos últimos cinco anos o público feminino atingiu 50% do número de procura por habilitação. E a aquisição de motocicletas por mulheres também cresceu. No estado, há vários ‘motoclubes’ integrados exclusivamente por pilotas, como é o exemplo das Ladies of The Road (grupo com maior número de guardiãs),  Divas, Luluzinhas, Marruás, Maravilhas do Asfalto, Minervas e Águia Real, Perpétuas e Bruxas Red. Seja por hobby, viagens ou para o uso diário vemos cada vez mais mulheres nas ruas e estradas do estado”, destaca Graziela.

Na quinta-feira (12), as motociclistas aceleram em direção a divisa entre Ponta Porã e Pedro Juan Caballero, para receber o bastão das paraguaias. Na sexta-feira (13), as sul-mato-grossenses voltam para Campo Grande, desembarcando na Praça das Araras. E após mais de 600km percorridos, as representantes do Estado partem em direção a Chapadão do Sul.

A guardiã líder de Mato Grosso do Sul, Graziela de Oliveira, junto com as outras guardiãs irão revezar a condução do bastão, que segundo Graziela representa o empoderamento e união das mulheres.

Para conferir de perto o bastão que chegará até a África do Sul, as motocicletas e claro, conhecer as motociclistas que vão participar dessa aventura é só comparecer na Praça das Araras, localizada no cruzamento com a Rua Dom Aquino, no bairro Amambai, entre 15h e 17h da sexta-feira, dia 13.

O grupo

As tratativas para a participação no Revezamento iniciaram em março deste ano, e de acordo com Graziela desde então algumas mulheres demonstraram interesse em participar do percurso. “Aí foi eleita uma embaixadora (nacional), daí ela entrou em contato com o pessoal na Inglaterra, e então falaram para a gente montar a rota no Brasil. Depois foram contatando algumas lideranças dentro do Estado.”, explicou a líder guardiã estadual.

Os preparativos para o WRWR foram se desenrolando por redes sociais, com a liderança de Graziela, que foi escolhida como guardiã de Mato Grosso do Sul. A servidora pública, por já conhecer várias mulheres que pilotam, começou a formar um grupo para o Revezamento.

O bastão chegou no Brasil no dia 8 de dezembro em Chuí, no Rio Grande do Sul, e ao todo, mais de cinco cidades participam do percurso, que somará seis mil quilômetros, passando por Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso do Sul, Goiás, Distrito Federal, Minas Gerais, Rio de Janeiro, e por fim, São Paulo. No dia 23 de dezembro, o bastão segue rumo a África do Sul.

Ouça a matéria completa:

Deixe seu Comentário

Rádio CBN CG

Ver Todos os Vídeos