Rádios On-line
16831
ELEIÇÕES 2020

Para facilitar atuação de Puccinelli, Mochi vai assumir MDB

Ex-governador alegou que quer ficar "livre para atuar" politicamente

18 NOV 2019 - 19h:14Por Redação

Com a alegação de que precisa cuidar de questões ligadas às eleições 2020, o ex-prefeito de Campo Grande e ex-governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli anunciou que vai passar o comando do MDB estadual ao ex-deputado estadual Junior Mochi. A definição saiu de uma reunião da Executiva estadual na tarde desta segunda feira, 18. “O André precisa ficar mais livre para fazer o trabalho político que, historicamente, ele sempre desempenhou com facilidade e liderança incontestável”, Disse Mochi.

Questionado se o fato de ficar “mais livre” significa preparar sua candidatura à prefeitura da capital ano que vem, Puccinelli não confirmou, mas também não negou. O ex-prefeito de Campo Grande por dois mandatos se limitou a dizer que a prioridade seria fortalecer o MDB em todo o Mato Grosso do Sul e que para isso precisa se afastar dos compromissos burocráticos do partido, que estariam tomando muito tempo dele.

O nome de Junior Mochi foi escolhido por unanimidade e o MDB terá uma candidatura de consenso a ser votada pelos filiados da sigla, no próximo dia 15 de dezembro. O nome do ex-deputado foi submetido aos integrantes da Executiva e não obteve rejeição. André Puccinelli tem declarado que não teria intenção de se candidatar a prefeito de Campo  Grande novamente, mas que estaria avaliando uma eventual disputa para o Senador em 2022, caso a Senadora Simone Tebet abrisse mão da disputa pela reeleição. Em entrevista à Rádio CBN recentemente, ele afirmou que Junior Mochi seria o nome do partido para a disputa da prefeitura da capital ano que vem e que ele, Puccinelli, se ocuparia apenas do que ele chamou de recuperação do MDB no Mato Grosso do Sul.

Para os correligionários de André Puccinelli, a decisão anunciada nesta segunda feira na sede do Diretório regional é sim um indicativo de que ele estaria se preparando para participar ativamente do processo político do ano que vem. Ninguém confirmou se Puccinelli mudou de opinião em relação a entrada dele na disputa, mas quem participou do evento deixou a sede do Diretório confiante de que o MDB está sim se preparando para voltar ao comanda da capital. Além dos dois mandatos de André Puccinelli, o partido comandou a prefeitura também por dois mandatos com o agora Senador, Nelsinho Trad.

Deixe seu Comentário

Rádio CBN CG

Ver Todos os Vídeos