Rádios On-line
FOGO

PF já tem cinco suspeitos de iniciar incêndios no Pantanal

Operação deflagrada no início da semana apreendeu celulares, documentos e armas

19 SET 2020 - 08h:30Por Marcus Moura

Cinco fazendeiros são apontados pela polícia como responsáveis pelos incêndios que consumiram cerca de 25 mil hectares de mata nativa no pantanal de Corumbá. Desde junho, quando o fogo começou a castigar a região, a Polícia Federal investiga a origem das chamas com a ajuda de imagens de satélite. Segundo o delegado responsável pela operação, Alan Givigi, a próxima fase da ação colherá depoimentos dos funcionários das propriedades.

“São proprietários, gerentes e capatazes que serão ouvidos. Os incêndios foram para suprimir a mata nativa e preparar um pasto para colocar gado, a operação é neste sentido. Com a deflagração, as perícias ambientais e análise dos celulares a gente está querendo comprovar isso com outros fatos também”, disse. Na segunda-feira (14), os policiais cumpriram 10 mandados de busca e apreensão, dois em Campo Grande, e oito em Corumbá, sendo dois na área urbana e seis na região rural. Como a visibilidade do céu na cidade está baixa por conta da fumaça, o trajeto da cidade até as fazendas teve que ser feito em barcos, o que dificultou a ação. “O deslocamento foi feito pelo rio, nós saímos seis horas da manhã e a equipe conseguiu retornar a delegacia seis horas da noite, foram 12 horas”, acrescentou.

Já na quarta-feira (16), órgãos ambientais ligados ao governo do Estado deflagraram a operação Focus com objetivo de fiscalizar 35 fazendas nas regiões pantaneiras do Nabileque e Nhecolândia, duas das áreas mais atingidas pelo fogo. Cerca de 20 profissionais entre agentes das polícias civil, militar, ambiental e do corpo de bombeiros estão coletando informações.

Deixe seu Comentário

Rádio CBN CG
  • Programas:

Ver Todos os Vídeos