Rádios On-line
ECONOMIA

Polo industrial de Jaraguari pode gerar 1,5 mil empregos

Frigorífico vai investir R$ 56 milhões para construção de abatedouro e planta

26 MAI 2020 - 13h:50Por Marcus Moura/ CBN

O polo industrial e empresarial de Jaraguari, que será construído pelo Governo do Estado com recursos do Fadefe (Fundo de Apoio ao Desenvolvimento Econômico e Equilíbrio Fiscal do Estado) já tem 33 empresas interessadas em se instalar no complexo. O investimento deve gerar cerca de 1,5 mil empregos.

Segundo a secretaria de desenvolvimento econômico, empresas do ramo frigorífico, usinas de etanol de milho, fábrica de elevadores, cerealistas, centrais de distribuição de alimentos e fotovoltaicas devem se instalar no local. A área, que terá 99,1 hectares, será construída distribuída em 20 quadras com três grandes avenidas para escoar produtos e serviços.

 “Temos uma vantagem competitiva para instalação da indústria e para isso vamos adquirir uma área de quase 100 hectares para atrair empresas para o município e assim gerar emprego e desenvolvimento. Essa é a lógica de desenvolvimento do Governo do Estado para todos os municípios”, lembrou o secretário Jaime Verruck.

Para o secretário de governo Eduardo Riedel, mesmo com as adversidades do cenário atual, Mato Grosso do Sul continua investindo. “Mesmo com essa pandemia, crise econômica, nosso governo continua parceiro dos municípios, tomando as medidas necessárias para reverter esse ambiente de adversidade. Estamos atentos aos desdobramentos da doença, porque sempre colocamos a população como nosso ponto de referência e a modernização do estado como nossa missão”, disse.

Frigorífico investirá R$ 56 milhões

A proprietária do Frigorífico Gold Carnes, Leonice Oliveira, informou que investirá R$ 56 milhões na construção de uma unidade que vai abater inicialmente 500 suínos e 500 bovinos, mas que terá capacidade instalada para abater 1 mil suínos e 2 mil bovinos.

De acordo com a empresária, Jaraguari oferece condições ideais para a construção do abate e processamento.A fase de obras deve gerar 80 empregos, outras 180 vagas inicialmente e quanto na capacidade total podem chegar a 750 empregos. A previsão é estar operando em um ano.

“Nossa expectativa em estabelecer a empresa em Jaraguari está diretamente ligada a oportunidade de crescer nossos negócios. Hoje atuamos com uma linha de embutidos e miúdos de carne, mas nosso objetivo é expandir e fortalecer nossa receita com a oportunidade desse polo em Jaraguari”, finalizou.

Deixe seu Comentário

Rádio CBN CG

Ver Todos os Vídeos