Rádios On-line
ECONOMIA

Preço do gás de cozinha aumenta e pode custar até R$ 90,00

Procon municipal realizou pesquisa em 14 distribuidores do gás em Campo Grande

19 JAN 2021 - 14h:43Por Thais Cintra/ CBN

O Programa de Proteção e Defesa do Consumidor de Campo Grande (Procon), realizou uma pesquisa de preços do botijão de gás de cozinha de 13kg, e encontrou aumento de 6% no preço do Gás Liquifeito de Petróleo (GLP), em comparação ao mês de dezembro/2020. O maior preço encontrado foi de R$ 90,00 na região do Monte Castelo.

A pesquisa sobre o item foi realizada entre os dias 11 a 15 de janeiro de 2021. Em Campo Grande, 14 distribuidores foram fiscalizados e houve variação de preços de 32%. O maior preço encontrado foi de R$ 90,00 no bairro Monte Castelo, e o menor valor praticado foi encontrado na região do Imbirussu, na Vila Serradinho, onde o gás de cozinha é vendido por R$ 68,00.

Outras diferenças

Com o objetivo de ajudar os consumidores a encontrar os melhores preços, o PROCON Campo Grande fez uma comparação em 11 estabelecimentos comerciais e encontrou variação de até 835% no preço de materiais escolares. Para a comparação, foram considerados 143 itens de lista de materiais escolares solicitados em Campo Grande.

Entre os itens estão: apontador, borracha, caderno, canetas esferográfica e hidrográfica, colas em bastão e líquida, fita corretiva, giz de cera, lápis preto e colorido, lapiseira, marca texto, massa de modelar, papel sulfite, pintura a dedo, refil para fichário, régua e tesoura escolar. A maior variação, de 835%, foi encontrada em uma caneta de marca texto da marca Faber-Castell, modelo Grifpen.

O Subsecretário do Procon Campo Grande, Vinicius Viana, faz um alerta aos consumidores, sobre a importância da pesquisa de preços, que ajudará o consumidor a comprar o material escolar de seus filhos conforme o orçamento família. O Procon ressalta que a Lei nº 12.886 de 26/11/2013 proíbe a exigência de aquisição de qualquer material escolar de uso coletivo (materiais de escritório, de higiene ou limpeza, por exemplo).

Antes de ir às compras, é bom verificar quais dos produtos da lista de material o consumidor já possui em casa e, ainda, se estão em condição de uso, evitando assim, compras desnecessárias.

Informações da assessoria 

Deixe seu Comentário

Rádio CBN CG

Ver Todos os Vídeos