Rádios On-line
COMÉRCIO

"Lockdown seria devastador para a Economia", diz presidente da ACICG

Segundo Renato Paniago, a medida vai afetar trabalhadores que dependem diretamente do comércio da Capital

5 AGO 2020 - 11h:18Por Ginez Cesar/ Thais Cintra CBN

A Associação Comercial e Industrial de Campo Grande (ACICG) se manifesta contrária à imposição de lockdown, fechamento total do comércio e serviços na Capital. Dados da Junta Comercial do Estado, apontam que de janeiro a junho deste ano, 1.978 empresas foram extintas em Mato Grosso do Sul. A entidade, que representa mais de 8 mil empresas associadas, considera a medida ineficaz para barrar o avanço da pandemia causada pelo Coronavírus.

Em entrevista à Rádio CBN Campo Grande nesta quarta-feira (05), o presidente da ACICG, Renato Paniago, disse que bloqueio total do comércio e serviços vai afetar diretamente a manutenção dos postos de trabalho, impactando na produção, na demanda e no consumo. “Os prejuízos causados pelo fechamento do comércio, são enormes e as medidas adotadas pela prefeitura para conter a disseminação do vírus, não vão resolver o problema do colapso da Saúde”, afirmou. Confira:

Deixe seu Comentário

Rádio CBN CG

Ver Todos os Vídeos