Rádios On-line
CALOR E CHUVA

Saiba como evitar acidentes com escorpiões

Especialista alerta para importância do atendimento médico imediato após picada do animal

26 JAN 2021 - 14h:02Por Isabelly Melo

O mês de janeiro tem como característica o alto nível de chuvas unido ao calor intenso, combinação perfeita para os escorpiões, que aparecem com frequência nas casas, prédios e até mesmo locais de trabalho. Justamente por isso que os acidentes com picadas de escorpiões aumentam neste período.

Alexandre Moretti, dermatologista

De acordo com o médico dermatologista da Unimed Campo Grande e um dos responsáveis clínicos pelo Centro Integrado de Vigilância Toxicológica, Alexandre Moretti, além da chuva e do calor, os escorpiões aparecem mais nessa época por causa do período de reprodução.

“Devido as altas temperaturas eles acabam saindo de seus esconderijos, e também está relacionado a época de reprodução desses animais, então a gente tem muito mais casos na primavera e verão”, explicou Moretti.De acordo com o médico dermatologista da Unimed Campo Grande e um dos responsáveis clínicos pelo Centro Integrado de Vigilância Toxicológica, Alexandre Moretti, além da chuva e do calor, os escorpiões aparecem mais nessa época por causa do período de reprodução.

Segundo o especialista existem algumas espécies mais comuns em Mato Grosso do Sul, que são mais aparentes em casos de acidente com humanos. “A gente observa mais casos de acidentes em humanos e também não acidentes de ‘Tityus confluens’, que é um escorpião não tão venenoso como o ‘Tityus serrulatus’, porém em alguns casos pode evoluir em um quadro mais grave, com necessidade de soro. Principalmente em crianças e idosos.”  

Na maioria dos casos o tratamento é leve, sendo resolvido apenas com analgésicos, observação e sem nem nenhuma outra conduta mais invasiva. E mesmo que parece simples de resolver, o dermatologista orienta que após acidentes com picada de escorpião a procura por um médico deve ser imediata, para que seja escolhido o melhor tratamento. Sendo que o sintoma mais comum da picada de um escorpião é a dor no local, em casos mais graves pode haver náusea, vômito, sudorese, palidez, salivação excessiva e outros.

Para evitar o contato nada desejado com esse aracnídeo algumas precauções podem ser tomadas, como a higienização de ambientes utilizando água sanitária na limpeza, manter ralos fechados, evitar acúmulo de lixo e entulhos e fazer dedetização para tratar dos alimentos de escorpiões, como as baratas.  Ouça a matéria completa:

Deixe seu Comentário

Rádio CBN CG

Ver Todos os Vídeos