Rádios On-line
SEGURANÇA

Site é lançado para ajudar mulher vítima de violência

Só nesses três primeiros meses de 2020 foram 8 casos de feminicídios no Estado e quase 4.500 boletins de ocorrência registrados

29 ABR 2020 - 15h:11Por Ginez Cesar/Isabelly Melo

Em tempos de pandemia, com regras para distanciamento social, isolamento de casos suspeitos, teletrabalho, aulas suspensas e desemprego para muitas pessoas, a situação da mulher que vive um relacionamento abusivo e violento tende a piorar.

As agressões podem se agravar com a presença do agressor, da mulher e dos filhos por mais tempo dentro de casa, o que motivou a criação de uma plataforma digital, na qual as mulheres terão ao seu alcance um instrumento de uso fácil, com linguagem acessível para procurar informações sobre serviços e atendimentos, tirar dúvidas sobre procedimentos e legislações, além da possibilidade de entrarem em contato para atendimento online.

O site é "não se cale" é considerado pelo governo um instrumento de grande importância nesse momento e pode ajudar muitas mulheres em situação de violência para que se percebam como vítimas e procurem apoio especializado. A subsecretária estadual de Políticas Públicas para Mulheres, Luciana Azambuja deu detalhes do projeto em entrevista à rádio CBN. Confira:

Deixe seu Comentário

Rádio CBN CG
  • Programas:

Ver Todos os Vídeos