Rádios On-line
CBN NO AR

Um novo desafio para o Grupo RCN

9 JAN 2018 - 07h:18Por Ronie Cruz

O Grupo RCN de Comunicação já opera na capital com uma afiliada da Rede de Rádio CBN - a maior rede de radiojornalismo do Brasil - em Campo Grande. A emissora estreou sua progrmação no início de dezembro, baseada em um modelo ousado de comunicação: jornalismo all news, 24 horas por dia.

Já se passaram 68 anos desde que o Grupo RCN de Comunicação deu os primeiros passos com a implantação do Jornal do Povo. Atualmente, o grupo é líder do mercado regional na Costa Leste nos segmentos jornal, revista, outdoor, TV, rádio e internet, painel de led e indoor. A chegada da rádio CBN em Campo Grande abre uma nova fase do Grupo RCN. O projeto ousado e moderno reafirma o slogan “comunicação inteligente”. 

O diretor executivo do Grupo RCN, Estêvão Congro, disse que o projeto da rádio na capital do Estado representa um novo desafio.

“Um grande desafio. Porém, de muita alegria. O Grupo RCN tem hoje a possibilidade de mostrar o trabalho que tem desempenhado ao longo dos anos, agora na capital. Estamos chegando em Campo Grande com uma proposta inovadora, que é contar um pouco do interior na capital e da capital no interior, através desse intercâmbio de informação entre os diversos meios de comunicação de nosso grupo em Três Lagoas, Paranaíba e Aparecida do Taboado”, afirmou. 

De acordo com Estêvão, o modelo de jornalismo da CBN é motivador. “O all news é o que mais nos motiva porque está em nosso DNA gerar notícia. É um modelo até então inovador aqui em Campo Grande, e vamos executá-lo com o seleto grupo de profissionais que temos - muitos já com grande experiência em jornalismo e que vão promover essa prestação de serviço à toda região.”

INVESTIMENTO


O Brasil vive uma fase de insegurança política e econômica. Mesmo nesse cenário, o Grupo RCN decidiu investir em um projeto ousado e moderno com otimismo e focado na oportunidade de ampliar sua área de atuação. “O grupo sempre se destacou em momentos de dificuldade, como o de hoje. Acho que é momento de oportunidade. Esse momento fez com que, diante da migração de AM para FM, a gente pudesse também dar esse passo importante”, finalizou Estêvão Congro.

Deixe seu Comentário