Rádios On-line
CIFRA NEGRA

Vereadores de Dourados são presos em operação contra fraudes no Legislativo

Empresas simulavam concorrência para fraudar contratos e pagavam propina a servidores

5 DEZ 2018 - 16h:43Por Redação/CBN

O Ministério Público de Mato Grosso do Sul (MPMS) e a Polícia Civil cumprem, nesta quarta feira (5), dez mandados de prisão, além de um de busca e apreensão, nas cidades de Campo Grande e Dourados. Quatro vereadores douradenses são alvo da Operação Cifra Negra que investiga fraude em licitações no Legislativo do munícipio, distante 225 quilômetros da Capital Sul-mato-grossense.

Foram detidos os vereadores Dirceu Longhi (PT), Pedro Pepa (DEM), Cirilo Ramão (MDB), o ex-vereador Idenor Machado (PSDB) e o diretor financeiro da Câmara, Amilton Salinas. Os mandados foram expedidos pelo juiz Luiz Alberto de Moura Filho.

Conforme o MPMS, empresas simulavam concorrência em licitações do Legislativo que acabavam resultando em contratos mais caros aos cofres públicos. As investigações ainda apontam que o esquema operava há oito anos, tendo pagamento de propina mensal a agentes e servidores públicos. 

(Colaborou Martim Andrada) (Atualizado às 17h19)

Deixe seu Comentário