Rádios On-line
11367

Revitalização do presídio de Cassilândia possibilita mais ações

Proporcionar oportunidades para o crescimento educacional

17 NOV 2014 - 15h:58Por Assessoria de Comunicação

O Estabelecimento Penal de Cassilândia passou por obras de reforma, ampliação e revitalização realizadas pelo governo do Estado, por meio da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), com apoio do Conselho da Comunidade de Cassilândia. A solenidade de inauguração foi realizada na última sexta-feira, dia 14. 

Como parte da revitalização do presídio, foi construída uma sala de aula ampla, com 32 m², que possibilitará a implantação do Ensino Médio na unidade prisional no ano que vem. O novo local também traz melhores condições para o desenvolvimento de cursos profissionalizantes. 

De acordo com o diretor do presídio, José Ronaldo da Silva, um dos focos da administração é proporcionar oportunidades para o crescimento educacional dos custodiados. “Este ano, tivemos aproximadamente 32% dos internos estudando, e cerca de 90 foram capacitados em cursos profissionalizantes de eletricista e instalador residencial, pedreiro de acabamento e de panificação”, informou o dirigente. 

Outra área beneficiada com a restruturação do presídio foi o Setor de Saúde, com a construção de uma nova sala de odontologia, mais adequada para a realização dos procedimentos. No local, são realizados atendimentos de dentista três vezes por semana. Os internos contam também com o oferecimento diário de atendimento pelas equipes de enfermagem e de serviço psicossocial.

A obra envolveu, ainda, a construção de um setor específico para o arquivo. A cozinha do presídio foi reformada, e, com isso, construído um espaço próprio para a higienização de alimentos, além da instalação de uma coifa no local. Também foram reformadas as salas da Defensoria Pública, do oficial de dia; da assistente social e setor destinado à Chefia de Vigilância. 

 

Presente na solenidade de inauguração, o diretor-presidente da Agepen, Deusdete Oliveira, destacou a utilização de mão de obra dos próprios internos do presídio na reestruturação, contribuindo para a reinserção social e reduzindo os custos para os cofres públicos. Em discurso, ele agradeceu aos internos que participaram dos trabalhos. “O que vocês precisam é de oportunidade, que tenham disciplina, mas que também sejam tratados com respeito. E, assim, possam demonstrar, como nessas obras aqui da unidade de Cassilândia, que vocês podem nos ajudar a fazer a diferença”, disse.

 

Oliveira enfatizou ainda as demais obras que estão sendo desenvolvidas em presídios do Estado com a utilização de mão de obra prisional. “Acabamos de inaugurar um presídio em Amambai com mais de 600 m² totalmente construídos com mão de obra dos internos e estamos também com obras nesse sentido, para inaugurarmos ainda este ano, em Rio Brilhante, Jardim, Naviraí e Ponta Porã”, comentou. 

A Juíza da Vara de Execução Penal de Cassilândia, Tatiana Decarli, elogiou a condução das duas unidades prisionais existentes no município e ressaltou o trabalho conjunto realizado no local. “Avançamos muito com a união de forças entre a Agepen, o Conselho da Comunidade e o Judiciário. E essas reformas que estamos aqui inaugurando vão possibilitar um atendimento mais digno e humano”, declarou.

 

Também participaram da solenidade de inauguração o diretor de Assistência Penitenciária da Agepen, Leonardo Arévalo Dias; o diretor de Operações (em exercício), Valdimir Ayala Castro; o comandante da Polícia Militar em Cassilândia, 2º tenente Tiago Franco, a diretora da Escola Polo Regina Anffe Nunes Betine, Regina Lúcia Sales; o presidente do Conselho da Comunidade, Jocemil Menezes de Queiroz e o diretor do Estabelecimento Penal de Paranaíba, José Carlos Marques.  

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13