Rádios On-line
11558

Brasil perde US$ 48,8 bi em 2008 com saída recorde de dólares

Esse é o pior resultado da série histórica do BC, iniciada há 27 anos

7 JAN 2009 - 15h:30Por Redação

A piora da crise econômica no último trimestre do ano passado levou o Brasil a registrar em 2008 a maior saída de dólares do país desde 1982 na área financeira.

De acordo com dados do Banco Central, a diferença entre os dólares que entraram e saíram do país nessa conta ficou negativa em US$ 48,883 bilhões. Ou seja, houve mais dólares saindo do que entrando. O número considera todas as operações financeiras realizadas no ano e deixa de fora apenas os dólares que entram e saem do país no comércio exterior.

Esse é o pior resultado da série histórica do BC, iniciada há 27 anos. O pior resultado, até então, havia sido verificado em 2005, com saída de US$ 32,5 bilhões.

Em 2007, a conta ficou positiva em US$ 10,7 bilhões, principalmente por causa do dinheiro que entrou por meio da Bolsa de Valores e dos investimentos no setor produtivo.

Na área comercial, o Brasil fechou 2008 com um saldo positivo de US$ 47,9 bilhões, diferença entre exportações e importações. Mesmo assim, foi o pior resultado desde 2004.

Já o fluxo cambial, que considera a soma dos resultados financeiro e comercial, fechou o ano passado com um resultado negativo de US$ 983 milhões. O Brasil não registrava déficit nessa conta desde a crise de 2002, quando o resultado ficou negativo em quase US$ 13 bilhões. Em 2007, o Brasil havia registrado uma entrada de US$ 87,454 bilhões por meio do fluxo cambial.

Dezembro

No último mês de 2008, o fluxo cambial ficou negativo em US$ 6,373 bilhões. Na área financeira, houve uma saída de US$ 6,254 bilhões. Na área comercial, houve um déficit de US$ 119 milhões (o primeiro resultado mensal negativo desde outubro de 2001).

O BC divulgou também o fluxo no primeiro dia útil de 2008, quando ficou negativo em US$ 1,024 bilhão. Houve uma saída de US$ 1,117 bilhão na área financeira e entrada de US$ 93 milhões no comércio exterior.

Os contratos de crédito para exportadores por meio de ACC (Adiantamento de Contrato de Câmbio) somaram US$ 3,077 bilhões no mês passado. Esse mecanismo permite que uma empresa possa receber adiantado o dinheiro de um contrato de exportação. Em todo o ano de 2008, foram US$ 46,110 bilhões, próximo do resultado de US$ 46,169 bilhões registrado em 2007.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13