Rádios On-line
11559

Brasil quer estimular economia do Paraguai

28 JAN 2009 - 05h:57Por Redação

O governo brasileiro continua determinado a não pagar mais caro pela energia de Itaipu comprada do Paraguai, seu sócio na hidrelétrica binacional. Fez, no entanto, uma contraproposta: a criação de uma nova linha de crédito para exportações de serviços e investimentos do Brasil no país vizinho e a criação de um fundo binacional de desenvolvimento para estímulo à atividade produtiva no Paraguai.
O Paraguai usa apenas 5% - o restante é comprado pelo Brasil ao preço de US$ 45 o quilowatt/hora,  que dá um total de US$ 1,5 bilhão por ano.  Além disso, Brasil paga uma taxa de US$ 100 milhões pela cessão da energia excedente ao país vizinho.
O governo brasileiro não cogita o reajuste da tarifa, mas já admite rever a taxa de cessão.  O país vizinho pede entre US$ milhões e US$ 800 milhões, mas fontes diplomáticas garantem que o Brasil já deixou claro que tais valores estão fora de cogitação.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13