Rádios On-line

Cesta básica individual tem variação de 2,69% no mês de abril, em Campo Grande

O acumulado nos últimos 12 meses assinalou 19,66%, enquanto nos últimos 06 meses a alta foi de 16,20%

3 MAI 2013 - 11h:05Por Redação

A cesta básica individual apresentou um aumento de 2,69% em abril, se comparada com o mês de março. Antes encontrada por R$ 296,41, agora o valor da cesta chegou a R$ 304,37. O acumulado nos últimos 12 meses assinalou 19,66%, enquanto nos últimos 06 meses a alta foi de 16,20%. O aumento nos quatro primeiros meses de 2013 chegou a 12,63%. 

De acordo com a equipe técnica da Secretaria Estadual de Planejamento (Semac), responsável pela pesquisa, dentre os 15 produtos que compõem a Cesta Alimentar, nove registraram variações positivas: tomate 17,01%; batata 15,52%; feijão 5,82%; banana 4,92%; sal 4,44%; pães 2,88%; macarrão 1,63%; laranja 1,38%; e leite 0,97%. Já os produtos que apresentaram queda de preços foram: óleo 5,74%; margarina 5,31%; arroz 3,66%; açúcar 2,06%; alface 1,15% e carne 0,65%.

Clima
Um dos fatores preponderantes que contribuiu para a alta do tomate destaca-se o excesso de chuvas nas regiões produtoras. Com um aumento de 17,01%, o clima chuvoso causou doenças bacterianas afetando a qualidade do fruto, fazendo com que a oferta do produto tivesse uma queda significativa.

A batata também foi afetada pelas águas de março, atrasando a colheita e diminuindo sensivelmente a oferta no mercado. Com isso, o tubérculo apresentou alta de 15,52%.

Soja
Em contrapartida, em função da alta produtividade da safra da soja no país e a depreciação do valor da commodity no mercado internacional, seus derivados também apresentaram sensível queda de preço, como o óleo que caiu em torno de 5,75% e a margarina que apresentou queda de até 5,31% na cotação.

Quanto à renda mensal, a pesquisa constatou que no mês em questão, o trabalhador que recebe um salário mínimo de R$ 678,00, precisou comprometer 44,89% de sua renda para adquirir a cesta alimentar, contra 43,72% do mês anterior. 

Cesta Básica Familiar 
A Secretaria Estadual de Planejamento (Semac) pesquisa também os custos da cesta básica familiar que, no mês de abril apresentou alta de 2,20% em relação ao mês anterior, chegando R$ 1.288,58. Em março, o preço registrado foi de R$ 1.260,80. Nos últimos 12 meses, a alta acumulada foi de 11,30%, enquanto que no período de janeiro a abril chegou a 7,78%.

Dentre os 44 produtos pesquisados que compõem a Cesta Familiar, 31 apresentaram alta de preço, 12 apresentaram queda e 01 manteve seu preço inalterado.

No grupo Alimentação (32 produtos), a pesquisa apresentou variação positiva de 2,27%. Os produtos em alta foram: cebola 20,28%, cenoura 18,92%, tomate 17,00%, batata 15,52%, abobrinha 11,43%, trigo 11,25%; feijão 5,87%; ovos 5,79%; fubá 5,23% e banana 4,96%. Já os itens que apresentaram queda foram: óleo 5,61%; margarina 5,22%; arroz 3,64%; frango 2,63%; açúcar 2,29%; alface 1,15%; couve 0,99% e carne 0,65%. O queijo manteve seu preço inalterado.

O grupo de higiene pessoal apresentou queda de 0,20%. Três produtos contribuíram para este cenário: absorvente 3,43%, sabonete 1,37% e lâmina de barbear 0,56%, enquanto dois apresentaram elevação nos preços: dentifrício 3,38% e papel higiênico 1,76%.

No que se refere ao grupo limpeza doméstica, composto de sete produtos, este apresentou alta de 2,26%, destacando os seguintes itens: esponja de aço 3,97%, detergente 3,57%, sabão em pó 2,34%, desinfetante 2,26%, cera em pasta 1,86% e sabão em barra 1,22%. Único item que apresentou depreciação, a água sanitária caiu 1,14%.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13