Rádios On-line

Coutinho diz que investimentos voltaram a crescer e vão sustentar crescimento do país

Levantamentos que mostram uma forte recuperação dos investimentos indicam que a taxa chegará aos 19% do PIB

8 MAI 2013 - 18h:45Por Redação

A produção de bens de capital, como equipamentos de transporte e máquinas, vai liderar o crescimento dos investimentos feitos no país ao longo de 2013. De acordo com o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho, os investimentos devem aumentar, no mínimo, 8,3% em relação ao ano passado.

“Teremos uma inequívoca recuperação dos investimentos. Os investimentos já voltaram a liderar o crescimento do Brasil. Esperamos ver uma recuperação muito forte”, disse Coutinho, durante audiência pública hoje (8) na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado Federal.

O presidente do BNDES destacou que a taxa de investimento no país vem demonstrando recuperação gradual desde o início de 2013. Entre janeiro e março, em relação aos último trimestre de 2012, houve crescimento de 4,3%, segundo dados divulgados pela instituição. A expansão foi impulsionada pelos setores de infraestrutura, transporte e indústria.

Segundo Coutinho, os levantamentos que mostram uma forte recuperação dos investimentos indicam que a taxa chegará aos 19% do Produto Interno Bruto (PIB) este ano.

Ao longo de 2012, os investimentos tiveram uma retração, voltando a patamares próximos aos do início da crise financeira internacional, em 2009. A taxa, no ano passado, ficou em 18,1% do PIB. No início da crise financeira internacional, estava em 16,6%. A partir de 2010, a taxa voltou a aumentar, chegando a 18,7% e, no ano seguinte, a 19,1%.

Coutinho ainda lembrou que, no ano passado, o Brasil ocupou a quarta posição no ranking de investimentos estrangeiros diretos, ficando atrás apenas dos Estados Unidos, da China e de Hong Kong. A economia brasileira atraiu US$ 65 bilhões ao longo de 2012. Apesar do volume ser menor do que o de 2011 (US$ 67 bilhões), menos países tiveram desempenho melhor que o brasileiro.

Luciano Coutinho ainda destacou que a expectativa é uma expansão dos investimentos nos próximos quatro anos. As projeções apontam um volume de R$ 3,8 trilhões entre 2013 e 2016.

Os dados do BNDES mostram que a produção industrial cresceu no primeiro trimestre deste ano e superou os resultados do três últimos meses de 2012 em 0,8%. A produção de bens de capital foi uma das principais causas da retomada. O setor voltou a crescer impulsionado principalmente pelo aumento da produção de ônibus e caminhões.

Na audiência pública, o presidente do BNDES ainda destacou os lucros crescentes obtidos pelo banco e disse que os investimentos em infraestrutura e energia deve crescer este ano. Segundo ele, o volume desembolsado deve chegar a R$ 30 bilhões. No ano passado, foram desembolsados R$ 25 bilhões para impulsionar as obras.

“Há a tendência de que os números cresçam porque a expectativa é que leilões de concessões possam mobilizar o investidor privado para uma onda robusta e duradora de investimento em logística”, ressaltou.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13