Rádios On-line

Exportações brasileiras de celulose caem 7,4% em 2012

Europa ainda é o principal destino das exportações no setor

4 FEV 2013 - 09h:13Por Reprodução

As exportações de celulose no Brasil totalizaram US$ 6,6 bilhões no ano de 2012, o que representa uma queda de 7,4% em relação ao valor de 2011. Foram exportadas 8,5 milhões de toneladas de celulose e 1,8 milhão de toneladas de papel. A Europa se manteve como o principal destino da celulose brasileira e gerou 33% da receita com as vendas externas do produto, seguida pela China e América do Norte, respectivamente, com 18,7% e 13,7%.

A produção brasileira de celulose e papel em 2012 se manteve estável, na comparação com 2011. De janeiro a dezembro foram produzidas 13,8 milhões de toneladas de celulose (- 0,2%) e 10,1 milhões de toneladas de papel (0,2%).

Em relação ao papel, a receita de exportação acumulada registrou queda de 10,8%, na comparação com o ano anterior, totalizando US$ 1,9 bilhão. A América Latina permaneceu como principal mercado e foi responsável por 58,4% dessa receita, seguida pela Europa e América do Norte, responsáveis por 15,3% e 10%, respectivamente.

As vendas de papel no mercado doméstico foram de 5,5 milhões de toneladas, acumulando uma ligeira alta de 3,6% no ano, em comparação com 2011, o que contribuiu para manter certo equilíbrio no mercado, frente à crise econômica mundial.

Durante 2012, o setor atuou fortemente junto aos governos federal e estaduais, a fim de buscar mecanismos contra a prática de desvio de finalidade do papel imune, destinado à produção de livros, jornais e revistas. Esses esforços resultaram em importantes decisões, como a nacionalização do Sistema de Reconhecimento e Controle das Operações com Papel Imune (RECOPI), assim como a exigência da rotulagem nas embalagens para esse papel.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13