Rádios On-line

Mercado volta a reduzir estimativa para o crescimento do PIB

Os economistas consultados pelo BC para o boletim Focus mantiveram a projeção da taxa Selic pela segunda semana consecutiva

8 ABR 2013 - 12h:35Por Redação

Após boas notícias na semana passada, os economistas consultados pelo Banco Central (BC) para o boletim Focus voltaram a reduzir a previsão de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) neste ano, e mantiveram inalterada a projeção para a taxa básica de juros.

A mediana das projeções para o avanço do PIB recuou para 3%, face a 3,01% na semana passada.

Para 2014, as estimativas permaneceram estáveis em 3,50% pela quarta semana seguida.

A consulta é feita pelo BC com cerca de 100 economistas, coletando suas projeções para os principais indicadores brasileiros.

Inflação
Os economistas ouvidos pelo Banco Central alteraram ligeiramente seu prognóstico para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) deste ano, que ficou em 5,70%, contra 5,71% na semana anterior.

Por outro lado, para 2014, as estimativas para o IPCA passaram de 5,68% para 5,70%, reportando a quarta elevação consecutiva.

Em relação ao IGP-M, a projeção para 2013 foi elevada de 4,92% para 4,93%, e para 2014, a expectativa ficou em 5,31%.

No mesmo sentido, o prognóstico do mercado para o IGP-DI subiu de 4,83% para 4,87% em 2013, e avançou de 5,14% para 5,18% para 2014.

Câmbio
A avaliação dos economistas consultados pela autoridade é de que a cotação do câmbio irá encerrar 2013 em R$ 2,00, mesmo valor registrado há seis semanas.

Para 2014, as estimativas ficaram em R$ 2,05.

Selic
Sobre os rumos da política monetária, os especialistas não alteraram as projeções para a taxa Selic em 2013, que deve fechar em 8,50%.

Para 2014, a estimativa é de que a Selic encerre o ano em 8,50%.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13
  • Programas: