Rádios On-line
ATENÇÃO!

Receita Federal recebe 1/3 das declarações deste ano

Balanço mostra que contribuintes de Três Lagoas deixam apresentação do documento para fim do prazo

16 ABR 2016 - 15h:52Por Kelly Martins

Faltando menos de 15 dias para o encerramento do prazo da declaração do imposto de renda, apenas 35% dos contribuintes de Três Lagoas encaminharam o documento à Receita Federal. De acordo com levantamento feito pelo órgão, pouco mais de 7 mil dos 20 mil contribuintes haviam enviado a declaração até esta semana.

O prazo para a declaração termina às 23h59 de 29 de abril. Quem perder o prazo pode ser obrigado a pagar multa.

Em Mato Grosso do Sul, dos 382 mil contribuintes que precisam declarar, 126.571 cadastraram dados no site da Receita Federal. A expectativa é receber 28,5 milhões de declarações no país. Quem perder a data poderá ter de pagar multa de 1% referente ao mês-calendário ou fração de atraso, calculada sobre o imposto devido, ou uma multa mínima de R$ 165,74. Deve declarar neste ano quem recebeu acima de R$ 28,1 mil em 2015. 

“Estou esperando receber o salário para poder pagar o contador. Acabei deixando para a última hora e pretendo declarar ainda nesta semana”, contou o representante comercial Luiz Alberto Marques. Dono de uma pequena empresa de acessórios e cosméticos, Danilo Nantes também relata que deixou a declaração para os últimos dias do prazo. “Tive problemas na documentação e por falta de tempo só consegui resolver agora”, pontuou.

Contribuintes que enviaram a declaração no início do prazo, sem erros ou omissões, devem receber mais cedo a restituição. Idosos, portadores de doença grave e deficientes físicos ou mentais têm prioridade. Os depósitos são feitos entre junho e dezembro, em sete lotes.

Na hora de preencher o formulário, o contribuinte poderá optar pelo modelo simplificado, com desconto de 20% dos rendimentos tributáveis, ou o completo, que beneficia quem teve um volume maior de despesas deduzíveis. Nem toda despesa pode ser abatida, de acordo com regras da Receita para declaração.

PROIBIDOS
Veja a lista de despesas que não podem abatidas, como o pagamento de aluguel, por exemplo. Também estão relacionadas doações para dependentes, fazer curso de idiomas, cursinho pré-vestibular, mensalidade de academia de dança ou de esportes, aulas particulares, tratamentos de beleza, pagamento de exame de DNA para investigação de paternidade, lentes de contato e óculos de grau, aparelho de surdez, clareamento dentário, financiamentos bancários e consulta em nutricionista. 

Medicamentos só são dedutíveis se integrarem a conta do hospital. Material escolar não pode ser abatido, como também seguro de vida, atendimento veterinário e vacinas. Doações só podem ser abatidas se foram a fundos municipais, estaduais e federais dos direitos da criança, adolescentes e idosos, com limite de até 6%.

Deixe seu Comentário