Rádios On-line
8504
Território Teen

Seprotur diz que o volume do rebanho não preocupa

29 NOV 2008 - 06h:03Por Redação

“O volume do rebanho não nos preocupa, mas sim a qualidade da carne”, afirmou a secretária da Produção e Turismo de MS (Seprotur), Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias, ao comentar sobre a pesquisa do IBGE que revelou retração no rebanho bovino brasileiro.

Ainda segundo a Secretária, Mato Grosso do Sul além de ter passado por uma desaceleração econômica na atividade vive hoje uma fase de transição com a diversificação de sua base econômica. “A própria pecuária vem se integrando a outras atividades econômicas, a exemplo da silvicultura”, relata, voltando a destacar que o Estado mantém, sobretudo, diferenciais com relação a outros estados.
 
 “Somos referência em genética, a exemplo do que mostrou a Expoinel MS Indoor recentemente. Possuímos um dos maiores e mais modernos parques industriais para abate de bovinos do país, além do pioneirismo na produção de animais precoce com garantia de origem”, destaca ela, se referindo por último ao Novilho Precoce MS, que no ano passado abateu 48.369 bovinos e é responsável por 50% da carne precoce com garantia de origem comercializada no mercado nacional.
 
Já para o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária no Estado (Famasul), Ademar Silva Junior, a pecuária sul-mato-grossense é impactada há vários anos. “Os produtores rurais sentiram a crise e muitos tiveram que vender suas matrizes, diminuindo o número de bois produzidos. Não é surpresa essa redução do rebanho. Mas, o fato principal da produção bovina do Estado não é o número de rebanho que produzimos. Nosso rebanho tem qualidade genética e eficiência de produtiva. Com o credenciamento de algumas propriedades, seremos não só grandes produtores como exportadores também”, comenta.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13

Ver Todos os Programas da TVC
Dá Negócio
6864