Rádios On-line
MELHORIA NA EDUCAÇÃO

Índice nacional aponta avanço da educação em MS

Os dados foram divulgados pelo Inep, que desde 2007 acompanha a evolução do ensino no país

10 SET 2016 - 13h:51Por Redação

O governador Reinaldo Azambuja destacou nessa quinta-feira (8) durante agenda em Coxim, a elevação dos indicadores de desenvolvimento da educação em Mato Grosso do Sul. De acordo com Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Mato Grosso do Sul melhorou os números do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), tanto no ensino fundamental quanto no ensino médio.

Azambuja tinha manifestado em 2015 preocupação com a discrepância entre aumento dos investimentos na educação sem que isso refletisse no desempenho dos alunos.
“Só dois estados melhoraram: Mato Grosso do Sul e Amazonas. Isso para nós é uma conquista, uma conquista a ser comemorada por todos nós em Mato Grosso do Sul. A gente fica contente de ter organizado este setor para ter uma educação de qualidade”, disse.

NÚMEROS
Os dados divulgados pelo Inep, que desde 2007 acompanha a evolução do ensino no país, mostram que a Rede Estadual de Ensino obteve crescimento significativo ano passado em relação à aferição realizada em 2013. O índice é verificado a cada dois anos.

Nas séries iniciais do ensino fundamental (até 5ª série), o indicador passou de 5,1 para 5,4, enquanto nas séries finais (de 6ª a 9ª), o índice passou de 3,7 para 4,1. No ensino médio, a evolução foi de 3,4 para 3,5. “São décimos que representam muito em evolução de aprendizagem”, afirma a secretária estadual de Educação, Maria Cecília Amêndola da Motta.

O índice é composto pela combinação de dois outros indicadores: o resultado de uma prova aplicada aos alunos e o fluxo escolar com a trajetória do aluno naquele período, segundo informações do Inep. Junto com o Amazonas, o Estado obteve melhores resultados em relação ao Ideb anterior nos indicadores das três faixas de ensino avaliadas. “Significa que os alunos avançaram. Conseguimos reduzir a reprovação e abandono e melhorar a aprendizagem”, avalia a secretária.

De acordo com a Secretaria de Educação, Azambuja determinou uma forte atuação na formação dos professores e gestores escolares. (Com informações da assessoria de imprensa do governo estadual)

Deixe seu Comentário