Rádios On-line

Cene elimina Ivinhema, vai à final do estadual e leva vaga na Copa do Brasil

Furacão Amarelo podia perder por um gol de diferença, mas faz dois e agora encara Naviraiense na grande decisão

22 ABR 2013 - 07h:13Por Redação

O Ivinhema demonstrou ter garra, disposição e qualidade para sair do Morenão com o resultado favorável, mas a eficiência do Cene falou mais alto e o Furacão Amarelo está na final do Campeonato Sul-Mato-Grossense. Com a vitória por 2 a 0 na tarde deste domingo (21), o time com ataque mais positivo da competição chega a 41 gols e vai encarar o Naviraiense na decisão pelo título estadual. De quebra, o Furacão conquistou uma vaga na Copa do Brasil em 2014.

Cene e Naviraiense fazem o primeiro jogo da final do Campeonato Sul-Mato-Grossense no próximo domingo (28), em Naviraí. O Naviraiense se classificou após perder a partida de volta da semifinal por 2 a 1 para o Itaporã. Como tinha melhor campanha, ficou com a vaga.

Precisando vencer por dois gols de diferença para ficar com a vaga na final, os visitantes se lançaram ao ataque logo nos primeiros minutos. Encontraram uma defesa bem postada, com os meias jogando recuados. O Ivinhema insistia pelas laterais do campo, só que o Cene se segurava bem. A primeira chance de gol saiu dos pés do cenista Márcio, aos 17, em chute de fora da área. Tiziu respondeu com perigo, também arriscando de longe, aos 19.

Foi de Tiziu a melhor chance do primeiro tempo: após receber uma bola lançada em profundidade, o atacante do Ivinhema dominou, puxou para dentro da área e finalizou fraco, para defesa tranquila de Guilherme. Os auxiliares da partida anularam corretamente dois gols por impedimento: aos 33, com Careca pelo Cene, e aos 40, com David pelo Ivinhema.

O árbitro assinalou pênalti a favor do Ivinhema nos acréscimos da primeira etapa. O zagueiro Rodrigo tocou com o braço na bola em disputa com David. Alex Cruz bateu no canto direito e Guilherme fez a defesa.

Na segunda etapa, o Ivinhema manteve a mesma postura agressiva no setor ofensivo e ameaçou por várias vezes o gol cenista. David e Tiziu apareciam bem na grande área, mas pecavam nas finalizações. Aos 26, o Cene foi eficiente e abriu o placar com Vina, na grande área, desviando cruzamento de Uelisson Santana pela direita. Com o gol sofrido, o Ivinhema precisava fazer três para continuar sonhando com a final. O Azulão ainda insistia, mas faltava pontaria aos atacantes. Já nos acréscimos, Keverson não perdoou e marcou o segundo do Cene.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13