Rádios On-line
11559

Criado site para escolher Campo Grande como uma das sedes da Copa 2014

O site traz vários links em sua página principal com informações sobre a importância da Copa do Mundo para a cidade de Campo Grande

29 JAN 2009 - 13h:58Por Redação

O pantanal na Copa de 2014 já está oficialmente na internet. O site www.copantanal.com.br já foi ativado, com domínio na cidade de Campo Grande, trazendo todas as informações sobre o assunto, com apoio do governo do Estado e da Prefeitura Municipal de Campo Grande. Trata-se de uma ferramenta que reafirma a mobilização estadual de Mato Grosso do Sul, envolvendo poderes públicos e iniciativa privada, para que a Capital seja escolhida com das 12 cidades para sediar os jogos da Fifa.

O site traz vários links em sua página principal com informações sobre a importância da Copa do Mundo para a cidade de Campo Grande, bem como dá oportunidade dos internautas campo-grandenses deixarem suas opiniões, reafirmando a proposta de "Eu quero a Copa em Campo Grande".

Entre os destaques do site há informações históricas sobre o maior evento esportivo do mundo, como por exemplo, a informação de que Copa de 2002 foi assistida por cerca de 2,8 bilhões de telespectadores. "A Copa é muito mais que um evento esportivo. Ela, na verdade é um evento estruturante.  Uma vez escolhidas as cidades-sedes da Copa, a União, Estado, Prefeitura e iniciativa privada entram com investimentos vultosos que viabilizam o evento, mas que ficam para sempre", diz o texto do site.

O Estado de Mato Grosso do Sul já garantiu que vai investir R$ 500 milhões em recursos próprios na melhoria da infraestrutura da Capital, enquanto a Prefeitura entrará com outros R$ 600 milhões, através de recursos próprios e verbas obtidas através de convênios com a CEF, BNDES e Fundo Fonplata. Para se ter uma idéia do que isso significa, basta lembrar que o Orçamento anual da Prefeitura de Campo Grande é de R$ 1,5 bilhão, ou seja, um orçamento anual apenas para investimentos e melhorias da cidade.

A maior vantagem de Campo Grande em relação a Cuiabá, segundo o site, é o fato de que Mato Grosso do Sul contar com 65% do Pantanal existente no território brasileiro, o que deve ser um atrativo a mais para os turistas que visitarem a Capital nos dias de jogos. No caso da cidade em si, ele oferece maior segurança pública, qualidade de vida e um localização geográfica privilegiada.

No link sobre as comparações das duas capitais que disputam esse "jogo", o site lembra que Campo Grande é uma das capitais com maior qualidade de vida do País, segundo levantamento realizado pela Fundação Getúlio Vargas. A Capital apresenta  32,5% acima da média nacional, enquanto Cuiabá aparece com 9,9 percentuais abaixo da média.

Para esse ano, enquanto a prefeitura da cidade adversária aprovou orçamento de R$ 1 bilhão, a Prefeitura de Campo Grande aprovou orçamento de R$ 1, 5 bilhão, ou seja, 50% a mais.  No rancking das capitais violentas, a capital sul-mato-grossense aparece em último lugar, enquanto Cuiabá ocupa o 7º lugar. Outro dado negativo é o fato de Mato Grosso liderar crimes ambientais envolvendo desmatamentos e queimadas, prejudicando a saúde da população e trazendo problemas estruturais, como barreira direta para pouso de aeronaves no aeroporto "emprestado" da cidade vizinha, Várzea Grande. Entre junho a julho do ano passado, por exemplo, período em que são realizados os jogos, Mato Grosso liderou no Brasil o rancking das queimadas, registrando 715 focos, enquanto Mato Grosso do Sul registrou apenas 50.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13