Rádios On-line
ANTIDOPING

Ministro diz que tribunal antidoping será criado dentro do prazo

Segundo George Hilton, estão estudando a melhor forma de fazer a mudança, que pode ocorrer a partir de uma medida provisória ou decreto

8 MAR 2016 - 16h:15Por Agência Brasil

O ministro do Esporte, George Hilton, afirmou hoje (8) que a criação de um tribunal que centralize os casos de dopagem no país será cumprida dentro do prazo exigido pela Agência Mundial Antidopagem (Wada), que termina em 18 de março.

De acordo com George Hilton, o ministério e a Casa Civil estão estudando a melhor forma de fazer a mudança, que pode ocorrer a partir de uma medida provisória ou decreto.

"A gente está tentando, por meio da Casa Civil, fazer uma mudança na legislação que permitiria criar de forma específica esse tribunal", informou o ministro. Segundo ele, a exigência será atendida nos próximos dias. "Há um entendimento de que é preciso cumprir essa exigência para o bom funcionamento do laboratório."

Caso as exigências sejam descumpridas, a Wada pode declarar o Brasil como em desconformidade e suspender a acreditação do Laboratório Brasileiro de Controle de Dopagem (LBCD). Dessa forma, ele ficaria impossibilitado de realizar testes de controle de dopagem durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016.

Ainda segundo o ministro, a mudança não é unânime na Justiça Desportiva brasileira. "Temos conversado com os tribunais desportivos do país. Alguns concordam e outros entendem que não deveria haver um tribunal específico antidoping".

Além da criação do tribunal, a Wada pede que o Brasil defina a Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD) como a única Autoridade de Teste no Brasil. (Vinicius Lisboa - Repórter da Agência Brasil)

Deixe seu Comentário