Rádios On-line
7868
PREFEITURA TL 103 ANOS 18 A 30.06.18

Novidades vêm por aí no ?Carcará?

Diretoria terá novos membros e a intenção é trazer de volta o técnico João Francisco Marçal

25 AGO 2012 - 08h:15Por Arquivo JP

A temporada 2013 já começou para o Misto. Apesar de estar ocupado apenas com a equipe sub-16, no momento, a diretoria traça planos para fazer um trabalho diferente dos últimos, quando quase sempre acertou contratações e fechou o grupo de jogadores em cima da hora. A intenção é encerrar o ano com equipe e comissão técnica montada. Só que, para isso, além de definir novos membros, a direção terá que capitalizar recursos.

Segundo o atual vice-presidente do “Carcará da Fronteira”, Antonio Carlos Teixeira de Freitas, pelo menos dez novos nomes já foram convidados para fazer parte da diretoria. Dentre eles, Vanderlei Duarte, presidente da Associação Comercial de Três Lagoas; o empresário José Muniz; o pecuarista José Carlos de Souza Prata Tibery (Bitãozinho); o fisioterapeuta da Prefeitura, Astrogildo Alonso Neto; os médicos Ibsen Arsioli Pinho, Joel Perón e Ary de Queiroz Arão; o promotor do Meio Ambiente Antônio Carlos Garcia de Oliveira (Totó) e o promotor de Justiça Fernando Marcelo Peixoto Lanza, que seria apenas um colaborador.

Teixeira deixa claro, no entanto, que nada está resolvido ainda. “As pessoas foram convidadas e falta a confirmação. O Totó, por exemplo, disse que existe o interesse, mas prometeu responder apenas na próxima semana. Por outro lado, acredito que 90% esteja certo”, explicou o dirigente. Ele informou ainda que a disposição de cargos será feita em uma reunião, que só deve ocorrer após a definição de todos os nomes.

TÉCNICO

Em relação ao nome do técnico para a temporada 2013, Teixeira também revelou que a intenção é trazer de volta João Francisco Marçal, que ficou à frente do time semifinalista no estadual deste ano. Mas, para isso, precisará de dinheiro.

“Falei para ele que começaremos a trabalhar já em setembro. Marçal viria para cá em outubro e começaria a trabalhar na formação do elenco. Só que, para isso realmente acontecer, uma empresa que demonstrou interesse em comprar o espaço em nossas camisetas tem que fechar contrato”, frisou.

Apesar da pendência, a expectativa de que Marçal volte é tão grande que o vice-presidente revelou que pelo menos oito atletas que jogaram no Misto em 2012 já foram solicitados pelo treinador.

Treinador também quer voltar

Se a diretoria quer Marçal de volta ao comando do “Carcará da Fronteira”, pode ficar tranquila que a recíproca é verdadeira. O treinador falou em “não forçar a barra” para um acerto, mas deixa clara a vontade de trabalhar novamente em Três Lagoas.

“Se o convite vier, vou estudar com bastante carinho. Um projeto como esse não pode ser ignorado. O que passamos na temporada passada foi muito significativo e acredito que não deveria haver uma quebra de continuidade. Mas isso depende dos diretores. Não tenho a intenção de forçar nada”, disfarçou.

Os motivos para a preferência pelo Misto e a cidade são simples, mas marcantes. “A cidade fica cravada na gente. O povo, a receptividade e os amigos que fiz aqui também. É importante quando você sai e deixa as portas abertas e acredito que fiz isso. Agora, o futuro a Deus pertence. A diretoria está aí e de repente pode querer novas ideias, outras coisas... Mas ‘estamos aí’. Sou profissional”, finalizou Marçal.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13

Ver Todos os Programas da TVC
7201