Rádios On-line

Prefeitura deixa times sem local para treinar

Pelo lado do Comercial, até ontem pela manhã não tinha programação para a semana.

29 JAN 2013 - 12h:35Por Redação
Comercial e Novoperário iniciaram a semana sem local fixo para treinar, isso porque a prefeitura, através da Fundação Municipal de Esportes (Funesp), comunicou aos clubes que os campos da cidade, administrado pela entidade, passariam por um estudo nesta semana para saber por quem estão sendo utilizados.

Segundo o presidente do Novoperário, Américo Ferreira, quando soube da decisão tomada pelo prefeito Alcides Bernal, chegou a implorar pela cedência do espaço, mas de nada adiantou.

“Consegui uma agenda com o Bernal na sexta-feira, pedi pelo amor de Deus que autorizasse a gente trabalhar nos campos da prefeitura para não prejudicar a preparação da equipe, mas foi em vão. Ele apenas me prometeu uma decisão para terça-feira (hoje)”, comentou o dirigente.

Até semana passada, o Novoperário trabalhava nos campos do Parque Ayrton Senna e da Praça Esportiva Elias Gadia, mas começou a semana sem local para trabalhar. “Hoje (ontem) fizemos academia pela manhã e a tarde no campo do bairro Moreninhas, cedido pela comunidade. Temos convites para treinar em Sidrolândia e Terenos, mas é um gasto que não precisamos ter, caso a prefeitura tenha bom senso e nos auxilie nesta questão.

Não queremos dinheiro, precisamos apenas da liberação dos campos”, argumentou o dirigente, que se propôs a assumir a responsabilidade de manutenção dos campos, caso a prefeitura queira assinar um convênio.

Pelo lado do Comercial, até ontem pela manhã não tinha programação para a semana.“Estamos nos esforçando para encontrar locais para treinar, mas está difícil. Nem campo para alugar tem na cidade, além de ser um absurdo a gente ter o trabalho prejudicado com pelo menos cinco campos municipais”, disse o diretor de futebol do Colorado, Amarildo de Carvalho, citando o Centro Olímpico da Vila Nasser, as praças esportivas Belmar Fidalgo e Elias Gadia, além do Estádio das Moreninhas e do Centro de Convivência do Idoso Vovô Ziza.

A presidente da Funesp, Leila Machado, afirmou que a situação é provisória e que dentro de duas semanas as equipes poderão voltar a utilizar as praças.

Cene
Na Capital, o único clube que conta com Centro de Treinamento próprio é o Cene. A equipe está treinando desde o ano passado, e além de não precisar dos campos públicos para trabalhar, conta com estádio próprio, o Olho do Furacão com capacidade para 1,5 mil torcedores, e seis campos para treinamento do profissional e categorias de base. Além disso, o CT tem um hotel para concentração com 24 vagas para jogadores e comissão técnica, além de academia e refeitório.

 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13