Rádios On-line
ESPORTE

'Quero ganhar o Brasileiro', diz campeão estadual de kickboxing

Natural de Três Lagoas, Alan Yoshida tentará colocar o nome da cidade no cenário nacional da modalidade

2 ABR 2017 - 07h:35Por Jonas Turolla

"Vou nem que seja a pé". Essa resposta do lutador três-lagoense, Alan Yoshida, resume bem a vontade do atleta em disputar o Campeonato Brasileiro de Kickboxing, evento que acontece em Santos, entre os dia 15 e 18 de junho. Atual campeão estadual nas categorias 71kg e 75kg, Yoshida tentará, pela terceira vez, colocar o nome de Três Lagoas no cenário nacional da modalidade - algo já comum em nível estadual.

Dono de mais de 40 títulos entre kickboxing e muay thai, o lutador de 32 anos ainda não começou, de fato, a sua preparação para Brasileiro, mas ressaltou a importância dos treinamentos do dia-a-dia. "Está 'devagar' (a preparação) porque ainda tem dois campeonatos que eu pretendo participar: um em Campo Grande, onde só entra atletas convidados, e outro em Mirandópolis. Mas a preparação é diária. Todo mês a gente tem que estar lutando para não perder o ritmo de luta", frisou.

No esporte desde 2010, Yoshida, que nunca recebeu um incentivo financeiro do poder público municipal, falou também sobre o método de preparação. Segundo ele, a batalha começa muito antes de entrar no ringue. "A primeira batalha é contra a balança. Chegou no dia da pesagem, dependendo do evento, se você não bater o peso, você está desclassificado. Você também tem que tomar cuidado para não se machucar na reta final. Se lesionar 15, 20 dias antes do torneio prejudica o seu rendimento. Mas é muito importante, de novo, você não perder para a balança", destacou.

Por falar em balança, ela foi 'protagonista' de um dos feitos mais impressionantes da carreira do três-lagoense. "No último evento que eu disputei, não tinha adversário na categoria 75kg e eu tive que descer para a categoria 71kg. Perdi 5kg em duas horas e meia, mais ou menos. Foi complicado (risos). Coloquei um moletom por baixo, capa de chuva, fiz polichinelo, corri... suei até perder 5kg. Não é aconselhável, mas tive que fazer", lembrou.

Entre dezenas de medalhas e cinturões, Yoshida avisa: há espaço para mais realizações esse ano. "Meu foco é ganhar esse Brasileiro, disputar o Mundial de Kickboxing que vai acontecer em Salvador, na Bahia, e viajar para a Tailândia. Quero conhecer novas técnicas e aprimorar o meu muay thai", finalizou.

DIFERENÇA ENTRE KICKBOXING E MUAY THAI

Alan Yoshida - "Kickboxing é a trocação franca. Imagina a movimentação do boxe com chutes de karatê. Já no muay thai você pode usar joelhada, cotovelada e o 'clinch'. É uma luta mais 'agarrada'. A pontuação varia muito também. No kickboxing, a pontuação é única. Um chute, um ponto. Já no muay thai tem golpes que valem mais. Soco, no muay thai, é o que menos vale"

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13