Rádios On-line

Rubens Barrichello volta a competir no Brasil

Piloto será o destaque da Stock Car

3 JAN 2013 - 09h:21Por Daniel Gimenes/JP

O piloto brasileiro Rubens Barrichello confirmou semana passada a participação no campeonato brasileiro de Stock Car, a maior categoria do automobilismo nacional, que agora reforçada pelo piloto, vem ainda mais forte em 2013.

Barrichello volta a disputar uma categoria no Brasil depois de 22 anos, após ter deixado o país buscando chegar à Fórmula 1, categoria da qual passou quase que metade de sua vida competido. Independente de não ter se sagrado campeão, Rubens Barrichello firmou o seu nome na categoria como um grande acertador de carros, e com raro talento ao volante.
Barrichello estreou na Fórmula 1 em 1993, deixando a categoria apenas no final de 2011, quando a equipe Williams não renovou o contrato do piloto, que acumulou o recorde de 19 temporadas completas na categoria, e a participação também recorde em 326 corridas. O piloto sofreu no início da carreira com carros pouco competitivos, principalmente na Jordan, que não transformava as expectativas em torno dos carros em resultados, além da expectativa dos torcedores e da mídia, para que o piloto se transformasse em um novo “Senna”.
A partir de 1997 o brasileiro competiu pela Stewart, tendo se destacado no ano de 1999, sendo contratado para a temporada seguinte pela Ferrari, onde competiu como segundo piloto de Michael Schumacher. Em 2006, cansado do papel subalterno na equipe italiana, o brasileiro foi competir pela Honda, onde teve um carro competitivo apenas no primeiro ano, tendo se arrastado com carros sofríveis nos dois anos seguintes, em que acumulou apenas um pódio.
Brawn GP

Na temporada de 2009 o brasileiro quase deixou a Fórmula 1, tendo assinado com a novata Brawn, que comprou o espólio da falida equipe Honda por um preço simbólico, próximo da primeira corrida do ano. A equipe surpreendeu, conquistando o título com o inglês Jenson Button, e o terceiro lugar com Rubens Barrichello. 
Em 2010 o piloto foi competir pela Williams, onde permaneceu até o final da temporada de 2011. Em 2012 disputou a Fórmula Indy pela fraca equipe KV Racing, e obteve como melhor resultado na temporada um 4º lugar no GP de Sonoma. A desorganização da Indy quando comparada com a Fórmula 1, e o carro pouco competitivo, fez o piloto optar por retornar ao Brasil em 2013, e competir pela categoria nacional, que está em ascensão. 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13