Rádios On-line

São Paulo conquista o título da Copa Sul-Americana de Futebol

Time argentino arrumou confusão nos vestiários e não retornou para o segundo tempo da partida

14 DEZ 2012 - 08h:49Por Redação

 O São Paulo FC conquistou, na noite de quarta-feira, o título da Copa Sul-Americana de Futebol, após vencer a equipe do Tigre por 2 x 0, ainda na etapa inicial. O time argentino não retornou para o segundo tempo da partida. O árbitro chileno Henrique Osses aguardou o tempo regulamentar de jogo se esgotar e apitou o final, confirmando a conquista do tricolor.

O Morumbi ficou completamente lotado, com todos os 67.042 ingressos disponibilizados para a partida vendidos. A torcida fez a sua parte, cantou antes e durante o jogo, empurrando a equipe para frente, que, apesar da catimba argentina, abriu o placar logo aos 22 minutos do primeiro tempo, com Lucas aproveitando rebote de um passe mal dado do ataque, tocando com classe na saída do goleiro Albil. Cinco minutos depois, o São Paulo, que dominava a equipe argentina, marcou o segundo com Osvaldo.

A partir daí, os argentinos que tinham poucas chances de equilibrar a partida e buscar o empate, passaram a fazer faltas duras, com a conivência do árbitro Henrique Osses, que hesitava em marcar faltas claras, distribuindo poucos cartões e permitindo o aumento da violência em campo, principalmente por parte do time argentino.

Próximo do final da primeira etapa, o jogador Orban agrediu o jogador Lucas com uma cotovelada no rosto durante uma dividida, em lance no qual o juiz também não marcou falta. Sangrando no nariz, o jogador ficou caído, e a partida só foi parada para atender o atacante por causa das reclamações dos jogadores do São Paulo, principalmente do goleiro Rogério Ceni, que recebeu um cartão amarelo pela justa reclamação. 

Ao final do primeiro tempo, Lucas retirou o algodão para estancar o sangramento no nariz, e o mostrou para o jogador Orban, que não reagiu e continuou indo para o vestiário, quando os demais jogadores do Tigre resolveram aproveitar o momento para tentar causar uma confusão maior que terminasse em prejuízo para a equipe do São Paulo. Com a intervenção da Polícia Militar, a equipe brasileira desceu para o intervalo.

Os jogadores do tricolor retornaram para iniciar a segunda etapa, enquanto os atletas do Tigre permaneciam no vestiário. Apesar da insistência das autoridades da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), e o do árbitro da partida, o time não retornou. O juiz encerrou a partida, e o São Paulo conquistou o único título sul-americano que lhe faltava. No pódio, os são-paulinos vibraram com o garoto Lucas, que está de saída para a Europa e ergueu a taça de campeão, em um bonito gesto do goleiro Rogério Ceni, que lhe passou a faixa de capitão e a honra de erguer o troféu.

Delegacia
Já na madrugada, os jogadores do Tigre foram parar na delegacia, para registrar boletim de ocorrência, enquanto os são-paulinos festejavam em uma casa noturna, sob a acusação de agressão por parte dos seguranças do São Paulo e dos policiais. Segundo veiculado durante a transmissão, os jogadores argentinos tentaram continuar a confusão nos vestiários, indo até o local onde estava a equipe do São Paulo, mas foram contidos pelos seguranças e o reforço da polícia. Os argentinos alegaram que sofreram uma verdadeira emboscada, ora acusando os policiais de sacarem armas, ora dizendo que eram os seguranças do clube que o fizeram, o que arrancou risadas dos dirigentes do São Paulo e demais jogadores, que declararam que o time argentino é ruim de bola e correu para não passar um vexame maior. 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13
  • Programas: