Rádios On-line
MOTORS

Biodegradável

Já imaginou andar por aí em um carro todo sustentável e feito de beterraba? Descubra

20 SET 2017 - 09h:53Por Leandro Elias

mercado automobilístico cresce e está cada vez mais exigente e competitivo. Toda essa modernidade fica visível em aspetos que vão desde a concepção inicial do carro até as inovações do computador de bordo. Hoje em dia é fácil encontrar modelos que estacionam sozinhos, que utilizam combustíveis alternativos e até modelos que dão a partida no motor obedecendo apenas o som da sua voz.  Mas ,voltando à construção dos carros, desde o seu surgimento os materiais usados na construção evoluíram e muito. Do alumínio à fibra de carbono, todos já tiveram seus cinco minutinhos de fama nessa grande indústria.  

Agora chegou a hora de outro material chamar atenção, apesar de não ser muito comum, a ideia é boa e pode dar muito certo. Um grupo de estudantes da Eindhoven University of Technology resolveu fazer um automóvel usando beterrabas e linho. Pode parecer estranho, mas é isso mesmo você não leu, um carro feito de beterrabas e linho. Batizado de Lina, o carro que pesa cerca de 310 quilos é todo biodegradável e seus criadores garantem que os únicos componentes não orgânicos são as rodas e a suspenção. Fora isso, todo o resto está destinado a desaparecer em algum tempo. 

Você agora deve estar se perguntando como é possível um carro feito de beterraba e linho? A resposta é simples, mas não deixa de surpreender. Quem dá vida a esse projeto é o açúcar presente na beterraba que é usado na produção de um plástico em formato de colmeia, esse plástico é então colocado entre suas placas feitas de composto de linho. Além de uma construção totalmente sustentável, o veículo ainda é elétrico, impulsionado por dois motores abastecidos por baterias de íon-lítio. Em média ele tem autonomia de 8 km.
Já ficou claro que o Lina é um grande amigo do meio ambiente, mas o que não falta nesse projeto são desafios e a grande maioria aparece quando falamos de segurança. O projeto do veículo, apesar de sustentável, não foi planejado para absorver impacto. Por isso, diferente dos carros comuns que se contorcem ao superarem obstáculos no pavimento, o Lina seria capaz de se partir em pedaços caso sofresse algum tipo de impacto, o que impossibilita o modelo de passar em qualquer exame de segurança e receber autorização, por exemplo, para ser produzido em série. Apesar de estar um pouco longe de chegar às ruas, a ideia de um veículo todo sustentável e biodegradável chama atenção especialmente pelo impacto zero ao meio ambiente. A gente aprova e ideia e você?  

 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13