Rádios On-line
EMPRESA

Confiança

Para a maioria das pessoas, um imóvel é seu maior patrimônio. Ter em quem confiar é o grande segredo!

9 JAN 2018 - 08h:20Por Tatiane Simon

Tradição. Dar sequência ao legado do pai é a meta do empresário Frederico Menezes Chagas Maia na administração da Imobiliária Jurilar - um negócio de família!
Fundada em 1979 por seu pai, Dr. Ayrton Pires Maia, e seu tio, Aricle, a empresa sempre atuou de forma mais incisiva na administração de imóveis. Mais tarde a mãe, dona Sueli Maia, assumiu a sociedade ao lado do marido, e só então em 2010, Frederico ingressou no quadro societário da empresa substituindo sua mãe. Em 2015, o pai faleceu vítima de câncer, e Frederico assumiu a administração do negócio sempre com o apoio e ajuda de dona Sueli.“Aprendi muito com meu pai. Aliás, aprendi tudo. E este é meu foco: não perder a essência da Jurilar que meu pai deu a ela. Toda credibilidade, seriedade e comprometimento que temos com nossos clientes e locatários não foram conquistadas do dia para noite. Por isso me empenho em mantê-las e, na medida do possível, até aumentá-las. A Jurilar construiu neste tempo uma história de transparência, de honestidade, fazendo sempre os pagamentos de nossos clientes em dia”, relata

Em quase 40 anos, a Jurilar se consolidou no mercado imobiliário três-lagoense. Hoje, o compromisso é ainda maior e os objetivos também. “A Jurilar passa por uma fase de modernização. As novas instalações do prédio que atendemos agora, é um exemplo. Outro ponto é implantação da tecnologia nos serviços de vistoria.”
Segundo Frederico, a empresa possui duas grandes inovações e aprimoramentos. A primeira delas é de vistoria em imóveis (na entrada e na saída do inquilino). “O serviço em si não é nenhuma novidade. Meu pai sempre fez as vistorias e deixava bem claro ser uma peça fundamental, tendo que ser feita com muito critério e cuidado. Naquele tempo ele usava uma prancheta e escrevia  à mão com uma caneta. Observei meu pai fazer vistorias por muito tempo.


Quando comecei a fazer já havia substituído a prancheta, papel e caneta por smartphone e tablet. Fiz durante dois anos de forma totalmente digital (fotos e vídeos) além da descrição do imóvel para impressão. Atualmente esse serviço foi terceirizado por uma empresa especializada haja vista a alta demanda, o que me tomava muito tempo e ocasionava minha ausência na empresa. Afinal, o dono do imóvel confia o seu patrimônio a nós. Por isso, temos que detalhar com bastante precisão, como meu pai sempre me explicou. A implantação da tecnologia foi algo muito natural e previsível. 
A segunda novidade é que a Jurilar deve apostar também na venda de imóveis, tanto residenciais quanto comerciais, a partir de parcerias com corretores e captação de imóveis.

Deixe seu Comentário