Rádios On-line
8652
Prefeitura Animais Peçonhentos
JEJUM INTERMITENTE

Hora de comer

Vai chegando o verão e o que não falta é gente pensando em perder uns quilinhos, em busca pela dieta perfeita.

5 DEZ 2017 - 08h:21Por Leandro Elias

Recentemente, um novo método de emagrecimento está fazendo o maior sucesso. É o jejum intermitente. Assusta? Pode parecer assustador, mas quem sabe não é a solução para aqueles (seus, nossos) quilinhos a mais? 

Com certeza, você já ouviu falar que, para perder peso, o ideal é comer de três em três horas e intercalar essa alimentação com exercícios físicos, certo? Há controvérsias. O exercício físico é sempre muito importante, mas comer de três em três horas nem sempre está relacionado à perda de peso. É aí que entra o tal jejum intermitente, que vamos chamar só de JI, em uma dose ortograficamente reduzida. 
O JI é um dos assuntos mais populares no mundo do emagrecimento e da boa forma, porque cada vez mais pessoas se entregam ao método em busca de perder peso e melhorar a saúde. É óbvio que você deve estar se perguntando “como emagrecer fazendo jejum?”. Calma, que a resposta é simples.
Podemos classificar o JI como um tipo de dieta em que se alternam períodos sem comer com etapas livres para alimentação. Mas, não se trata de “quais” alimentos se deve comer, mas sim de “quando” se deve comer. Mais que uma dieta, trata-se de um estilo de alimentação. 

Apesar de pouca gente praticar, o jejum é muito presente na história humana, principalmente em religiões como o cristianismo, islamismo e o budismo, entre outras. Entre nossos ancestrais era comum passar por longos períodos com pouca ou nenhuma comida. 
Com as experiências deles, sabemos que durante um jejum ocorrem diversas mudanças no corpo, principalmente nas células. Por exemplo, a alteração de níveis hormonais para tornar a gordura armazenada disponível para as células. O JI também ajuda no crescimento dos níveis de hormônios do crescimento, da insulina e ajuda no reparo celular, além de elevar níveis hormonais que facilitam a perda de peso.
O emagrecimento é a principal razão para as pessoas aderirem ao JI porque são levadas, automaticamente, a uma redução de calorias e a desenvolver maior capacidade de queima de calorias.

1- EMAGRECIMENTO

Ajuda a perder gordura sem precisar restringir o consumo de calorias de forma consciente.

 2 – RESISTÊNCIA À INSULINA

Reduz a resistência à insulina, baixando em até 3-6%, e eleva os níveis de insulina no sangue em 20-31% - suficiente para proteger contra diabetes tipo 2.

 3 – INFLAMAÇÃO

Promove redução nos marcadores de inflamação - uma das principais causas de diversas doenças crônicas.

4 – CORAÇÃO SAUDÁVEL

Pode reduzir o colesterol LDL, as triglicérides, além de diversos outros marcadores que oferecem risco ao coração.

5 – PREVENÇÃO DO CÂNCER

Pode prevenir significativamente o câncer, segundo estudos recentes.

6 – CÉREBRO SAUDÁVEL

Aumenta a produção de um hormônio chamado BDNF, que pode ajudar a criar novas células nervosas; também ajuda a proteger contra o Alzheimer.

7 – ANTIENVELHECIMENTO

É capaz de aumentar a longevidade. Roedores submetidos ao jejum viveram cerca de 36-83% mais que os deixados fora do estudo.

Como fazer jejum?

Há várias formas de aderir ao JI. Basicamente, é preciso dividir o dia ou a semana entre períodos de alimentação e períodos de jejum. Durante o jejum não se come nada ou muito pouco. No período de alimentação, há liberdade para comer. É preciso destacar que as pesquisas sobre o JI ainda estão em estágio inicial. Muitas das informações contidas em publicações como essa são de pequenos estudos realizados em períodos curtos. Nunca é demais observar que a consulta a um médico especializado é de extrema importância antes de iniciar uma dieta assim.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13

Ver Todos os Programas da TVC
Dá Negócio
6864