Rádios On-line
8357
Loteamento OT
SAúDE

Sem temor nem traumas

Cirurgia minimamente invasiva no crânio e na coluna garante melhor recuperação do paciente

15 SET 2017 - 16h:58Por Redação

Dores na coluna, problema que se agrava e que atinge 70% da população no país, segundo o último levantamento da Organização Mundial de Saúde (OMS). Para muitos, o diagnóstico só pode ser solucionado com a cirurgia, mas e é exatamente aí que a situação pode piorar. O paciente desiste do tratamento por temer o pós-operatório do procedimento e achá-lo doloroso. O mesmo temor é do paciente diagnosticado com alguma doença neurológica, como tumor cerebral, por exemplo. São cirurgias complexas, mas que atualmente contam com o avanço tecnológico para o desenvolvimento de novas técnicas.

A cirurgia minimamente invasiva já é feita em Três Lagoas e garante recuperação rápida aos pacientes. O neurocirurgião Daniel Rodrigues destaca que o procedimento na coluna e no crânio é realizado com auxílio de vídeo, o que proporciona eficácia e segurança. Especialista na área há oito anos e há cinco atuando em na região, o médico explica que o objetivo é a preservação da anatomia com mínima agressão ao organismo. O que, vezes, não se obtém na cirurgia convencional. “No caso do tumor cerebral, o procedimento é feito através de uma incisão no olho, de cerca de 2 centímetros. Dependendo do tipo de tumor, o procedimento é feito pelo nariz, sem incisão, e por meio de vídeo, não sendo necessário nenhum tipo de corte na pele. Ao contrário da cirurgia tradicional, em que é feito um corte atrás da orelha até o meio da cabeça”, explicou o neurocirurgião.

Benefícios

Além de ser menos traumática, a técnica minimamente invasiva oferece maior precisão no reparo da lesão, como também alta hospitalar precoce. Se no método convencional o paciente demorava a se recuperar, pois, os pontos só são retirados entre 15 a 20 dias após o procedimento, com a nova cirurgia ele poderá deixar o hospital em 48 horas, dependendo do caso. O neurocirurgião cita também outros benefícios, como cicatriz reduzida, menor taxa de complicações, retorno mais rápido as atividades habituais e conforto do paciente.

Indicações

A cirurgia craniana por vídeo é indicada para o tratamento de tumores intracranianos, hidrocefalia, aneurismas cerebrais, traumatismo crânio-encefálico e a neurocirurgia funcional que envolve o tratamento da dor, epilepsia e distúrbios dos movimentos. Também aplicada em pacientes que estão em tratamento contra dores na coluna, como escoliose, hérnia de disco e espondilolistese. Todos os procedimentos são realizados por uma equipe de especialistas que atendem na clínica e que utilizam equipamentos cirúrgicos modernos.

O neurocirurgião alerta que nem todas as doenças se encaixam na nova técnica. “O avanço tecnológico aliado à medicina vem proporcionando melhorias e mais conforto aos pacientes. Porém, é preciso avaliar se o profissional está apto e possui qualificação para realizar o procedimento. Além disso, algumas doenças são tratadas no método tradicional porque o quadro clínico não se enquadra na cirurgia minimamente invasiva”, pontuou.

A clínica Daniel Rodrigues oferece aos pacientes tratamentos com aparelhos de estimulação magnética, ozonioterapia – dor muscular.  E em 2017, contará com o equipamento neurofeedback, que permite alterar o funcionamento cerebral, usualmente para melhorar a concentração e velocidade mental. É utilizado em tratamento de epilepsia, depressão, insônia, dores de cabeça, síndrome do pânico e outros. “Nosso objetivo é oferecer métodos inovadores à população para variados tipos de tratamentos, minimizando os riscos”, concluiu.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13

Ver Todos os Programas da TVC
Dá Negócio
6651