Rádios On-line
7919
ELEIÇÕES 2018

CBN Campo Grande faz série de entrevistas com candidatos a vice-governador de MS

Tânia Garib (MDB), Murilo Zauith (DEM), Bispo Marcos Vítor (PRB) e Diná Freitas (PSOL) falam de expectativas e impressões

15 SET 2018 - 08h:02Por Otávio Neto e Valdecir Cremon

Nesta semana a Rádio CBN Campo Grande fez uma série de entrevistas com os candidatos a vice ao governo de Mato Grosso do Sul, dando sequência às séries de entrevistas com os candidatos ao governo do estado, à presidência da república e ao Senado Federal. Participaram Tânia Garib (MDB), Murilo Zauith (DEM), Bispo Marcos Vítor (PRB) e Diná Freitas (PSOL).

A primeira entre os candidatos a vice ao governo estadual foi a candidata na chapa do MDB, Tânia Garib convidada do Jornal CBN Campo Grande na segunda-feira (10). Tânia disse que o candidato ao governo, Junior Mochi, não precisa se preocupar porque ela será extremamente leal à ele. Ela também falou que pretende ser uma vice atuante e não decorativa. Além disso, a ex-secretária estadual de Assistência Social afirmou que Mochi precisa ser mais conhecido no Estado.

Na sequência, no dia 11 de setembro, foi a vez de Murilo Zauith (DEM). O candidato a vice-governador de Azambuja, cobiçado por vários partidos até as convenções deste ano, voltou a repetir que o DEM, do qual também é presidente, escolheu se coligar com o PSDB pelo projeto apresentado pelo partido. O ex-prefeito de Dourados declarou também que experiência ao lado de Puccinelli, de quem também foi vice, o ajudou.

PROPOSTAS
Dando sequência à série, a CBN entrevistou na quarta-feira (12) o bispo Marcos Vítor, candidato a vice-governador na chapa do juiz Odilon de Oliveira (PDT). Ele disse que entrou na política por um propósito divino e que se sente em paz por estar ao lado de Odilon. Ele acredita que Mato Grosso do Sul precisa passar por uma mudança radical na política.  

Na última entrevista da rodada com os vice-candidatos ao governo de Mato Grosso do Sul, a CBN Campo Grande recebeu nessa sexta-feira (14) a vice-candidata ao governo ao lado de João Alfredo (PSOL), Diná Freitas. “Mato Grosso do Sul não tem lugar para políticos corruptos”, avaliou ela. A candidata abordou ainda questões sobre políticas voltadas para o homem e a mulher do campo, reforma agrária e educação no campo.  

As candidatas Ana Maria Bernardelli (Rede), vice do candidato Marcelo Bluma, e Lucilene Maria da Silva e Silva (PT), vice de Humberto Amaducci (PT) não puderam participar da série de entrevistas.
 

Deixe seu Comentário

Rádio CBN Campo Grande

Ver Todos os Vídeos
JORNAL DO POVO
7300