Rádios On-line
8651
Prefeitura Animais Peçonhentos
MS

Cursos profissionalizantes proporcionam novas oportunidades a detentas

Qualificações foram promovidas por meio de parceria entre a Agepen, Conselho da Comunidade de Capital e a 2ª Vara de Execução Penal

1 AGO 2017 - 17h:00Por Redação

Aprendizado de novas técnicas, qualificação profissional e sentimento de missão cumprida proporcionaram experiências inovadoras a internas do Estabelecimento Penal Feminino “Irmã Irma Zorzi” (EPFIIZ), na Capital.

Nesta terça-feira (18), foi realizada entrega de certificados dos cursos de Mosaico, Bordado em Pedrarias, Penteado na modalidade Tranças e de Recepção e Atendimento ao Público. Ao todo, foram certificadas 37  reeducandas.

As qualificações foram promovidas por meio de parceria entre a Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), Conselho da Comunidade de Capital e a 2ª Vara de Execução Penal.

“Buscamos proporcionar inovação para os custodiados durante o cumprimento de pena, e as parcerias firmadas são fundamentais nesse processo”, destacou o diretor-presidente da Agepen, Aud de Oliveira Chaves. “Precisamos que as pessoas privadas de liberdade saiam melhores, e as qualificações são oportunidades  para terem uma vida digna”, complementou.

Conforme a diretora do EPFIIZ, Mari Jane Boleti Carilho, o foco das ações é a reintegração das custodiadas na sociedade. “Esta é uma oportunidade imperdível que as custodiadas têm, proporcionando uma nova frente de trabalho, ainda que de forma autônoma, além de gerar renda para o sustento da família”, enfatiza a diretora.

Presa há pouco mais de dois anos, Rozileide Romero Apolinário, 31 anos, concluiu o curso de Mosaico e  acredita ter encontrado uma nova profissão e uma alternativa para melhorar a renda da família. “Aprendi a fazer quadros e peças lindas, estou muito satisfeita e só não fiz outros cursos porque estou terminando meus estudos aqui dentro também”, afirma a interna que está no 9º ano do ensino fundamental.

Presente no evento, a promotora de justiça Renata Ruth Goya, parabenizou o desenvolvimento dos cursos profissionalizantes às internas, além de ressaltar todo o empenho da direção, dos servidores e a boa vontade da Agepen em inovar as parcerias e buscar incentivar as mudanças no futuro dos custodiados.

Já a presidente do Conselho da Comunidade da Capital, promotora de justiça Regina Dornte Broch, frisou, durante o discurso, que essa é uma oportunidade para transformar a história das pessoas privadas de liberdade.  “Hoje é um marco simbólico, pois as reeducandas resgatam a esperança de que logo vão retomar a vida de uma maneira muito melhor e com uma nova oportunidade”, declarou Regina.

Cursos

As aulas de Mosaico foram patrocinadas pelo Conselho da Comunidade da Capital e as orientações ministradas pela artesã Alice Sales Trouy. As alunas aprenderam desde o corte de cerâmicas até a confecção das peças, utilizando, inclusive, materiais recicláveis. Com a artesã, as reeducandas também aprenderam a desenvolver técnicas artesanais refinadas do bordado em pedraria.

A personal hair Dirce Ramos instruiu internas no curso de Penteado na modalidade Trança. “Foi um curso rápido, porém eficaz que estimulou a criatividade das internas, considerando que a arte de trançar os cabelos faz parte de diversas culturas por ser um penteado milenar”, ressaltou Dirce. Além disso, a profissional também desenvolve o projeto de confecção de perucas em parceria com a rede feminina de combate ao câncer, por meio do Hospital “Alfredo Abrão”.

Já o curso Recepção e Atendimento foi executado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), cumprindo as exigências da 2ª Vara de Execução Penal de Campo Grande, e foi ministrado pela professora Marluce Silva. Teve como objetivo proporcionar às participantes técnicas de comunicação e relacionamento interpessoal no exercício das funções de telefonista, recepcionista e atendimento ao público.

Há nove meses presa, a reeducanda Gabriela Gonçalves, de 19 anos, já concluiu dois cursos: o de Recepção e Atendimento e o Bordado em Pedrarias. “Gostei muito dos ensinamentos e acho importante aproveitar essas oportunidades oferecidas, é sinal que nos preocupamos com resultados melhores em nosso futuro, além de ser uma forma de deixar para trás nossos erros e melhorar daqui para frente”, declarou a interna.

Projeto Motivacional

Durante, a solenidade de certificação, o  subsecretário Municipal da Juventude, Maicon Rodrigues Nogueira, detalhou às autoridades sobre a realização de palestras motivacionais no presídio, pela Prefeitura Municipal, com o objetivo de resgatar a autoestima das apenadas e ajudá-las a mudar de vida quando estiverem em liberdade. O programa teve início em maio e acontece a cada 15 dias, envolvendo também ações de beleza para as custodiadas.

Conforme o subsecretário, a iniciativa se baseia na troca de experiências. “As transformações se iniciam de dentro pra fora. Todas vocês merecem uma segunda chance, uma oportunidade para trilhar um caminho diferente”, frisou às  detentas.

Também estiveram presentes no evento o representante do Senac, Alessandro Depieri; o chefe de Gabinete da Agepen, Pedro Carrilho de Arantes, e as chefes de divisão da agência penitenciária  Rita de Cássia Fonseca Argolo (Educação) e Elaine Cristina Souza Alencar (Trabalho); além de professores e servidores penitenciários. (Informações Notícias MS)

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13

Ver Todos os Programas da TVC
Dá Negócio
6864