Rádios On-line
TRêS LAGOAS E BRASILÂNDIA

Empresa investirá R$ 500 milhões em centrais hidrelétricas

Usinas hidrelétricas serão construídas no Rio Sucuriú e Rio Verde, nos municípios de Três Lagoas e Brasilândia

29 ABR 2017 - 13h:52Por Ana Cristina Santos

A empresa Minas PCH está investindo R$ 500 milhões na construção de usinas hidrelétricas no Rio Sucuriú e Rio Verde. Juntas, as usinas terão geração prevista de 100 MW/h, abrangendo os municípios de Três Lagoas, Água Clara, Inocência, Ribas do Rio Pardo e Brasilândia.  

O Conselho Estadual de Controle Ambiental (Ceca), em reunião realizada nesta sexta-feira (28), no Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul), aprovou por unanimidade a concessão de Licença Prévia (LP) para a instalação dessa pequena central hidrelétrica em Brasilândia e Três Lagoas e a autorização ambiental para a supressão vegetal de uma área de 1857 hectares no Pantanal, no município de Corumbá.

A aprovação do Conselho para a emissão da Licença Prévia da pequena central hidrelétrica Baixo Verde III, viabiliza o empreendimento na região.

“Foram duas pautas que exigiram uma análise minuciosa e um rigoroso detalhamento técnico. Graças à ação do Conselho, em conjunto com a equipe técnica do Imasul, os processos foram aprovados de forma que os empreendimentos fossem viabilizados e houvesse a devida responsabilidade e equilíbrio com a questão ambiental”, avaliou o secretário de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck, que preside o Conselho.

As pequenas centrais hidrelétricas são importantes para a geração de energia no Brasil, pois são mais baratas para se construir e causam um dano ambiental menor, sendo instaladas em rios com menor vazão, que possuem desníveis suficientes para a movimentação das turbinas. Isso contribui para a descentralização da geração de eletricidade.

 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13