Rádios On-line
OBRAS

Governo investe R$ 600 milhões em infraestrutura em MS

São para obras de drenagem, pavimentação asfáltica e controle de erosão

16 MAR 2018 - 14h:00Por Redação

O Governo do Estado está fechando investimento da ordem de R$ 600 milhões em infraestrutura urbana nos 79 municípios de Mato Grosso do Sul, compreendendo obras de drenagem, pavimentação asfáltica, controle de erosão a acesso a conjuntos habitacionais. A informação foi transmitida pelo secretário de Infraestrutura, Marcelo Miglioli, ao falar sobre essas ações na reunião do Conselho Estadual das Cidades, nesta semana, no plenarinho da Assembleia Legislativa.

Miglioli ressaltou a parceria estreita que o Governo mantém com as Prefeituras Municipais e com a bancada federal, "unindo forças para aumentar a capacidade de investimentos e multiplicar os benefícios para a população". Em função das fortes chuvas desse início de ano, o secretário pontuou com mais ênfase os investimentos promover a drenagem e combater a erosão nas cidades.

O secretário apresentou os números de investimento em cada município e relatórios fotográficos do antes e depois de várias cidades. "Estamos presentes, atendendo as prioridades e realizando fortes investimentos nas áreas urbana em apoio às Prefeituras", salientou, destacando a vila Paraíso, em Naviraí, ameaçada por uma enorme voçorosa contida ao custo de mais de R$ 39 milhões de recursos próprios do Estado.

Depois da explanação, o secretário Marcelo Miglioli debateu com os membros do Conselho diversos cenários, gerais e específicos de cada comunidade.

Presidente do Conselho desde 26 de fevereiro, Miglioli assinala que o CEC/MS "nos dá subsídio, sob o olhar de quem está da porta para fora, que é a sociedade civil organizada". Nos debates, afirmou, percebemos claramente em todos os membros, uma preocupação muito grande em achar soluções, ao invés apenas de simplesmente apontar os problemas.

O Conselho Estadual das Cidades é um órgão deliberativo com a finalidade de assessorar, estudar e propor diretrizes políticas fundiárias e de habitação, saneamento ambiental, trânsito, transporte e mobilidade urbana. Ele foi criado pela Lei 2.940/ 2004. O Conselho é formado por membros do poder público estadual, federal e municipal, pelos movimentos sociais, entidade de trabalhadores, de empresários, entidades profissionais, acadêmicas ou de pesquisas e organizações não-governamentais. 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13