Rádios On-line
9197
MS

Iagro define calendário de vacinação contra febre aftosa

A previsão é imunizar mais de 21 milhões de animais entre bovinos e bubalinos

15 OUT 2019 - 11h:04Por Redação

 Mato Grosso do Sul está entre os estados com os melhores números quando o assunto é vacinação contra febre aftosa. A Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro) informou que mantêm a agenda de ações da campanha de vacinação que a partir do dia 15 de outubro abre o calendário para pedidos de antecipação da vacinação em todo o Estado, com previsão de imunizar mais de 21 milhões de animais entre bovinos e bubalinos.

Para as regiões do Planalto e Fronteira o período de compra e vacinação estarão abertos de 1º a 30 de novembro, e o de registro vai até 16 de dezembro.

Já os pecuaristas do Pantanal poderão comprar e vacinar de 1º de novembro a 31 de dezembro e registrar até o dia 31 de dezembro.

O produtor que deixar de vacinar ou não registrar a vacina estará sujeito a multa.

Na campanha deste ano, além de chamar a atenção para a obrigatoriedade da vacinação, a nova dosagem que é de 2 ml, e informar o calendário, a Iagro reforça aos pecuaristas os cuidados sobre todo processo até a aplicação da vacina e depois disso, conforme seguem:

Compre as vacinas somente em lojas registradas. Verifique se as vacinas estão na temperatura correta (2° C a 8° C).
Para transportá-las, use caixa térmica, coloque três partes de gelo para uma de vacina e lacre. Mantenha a vacina no gelo até o momento da aplicação. Escolha a hora mais fresca do dia e reúna o gado. Mas lembre-se: só vacine bovinos e búfalos.

Durante a vacinação, mantenha a seringa e as vacinas na caixa térmica e use agulhas novas, adequadas e limpas. A higiene e a limpeza são fundamentais para a boa vacinação. Agite o frasco antes de usar e aplique a dosagem certa em todos os animais: 2 ml. O lugar correto de aplicação é a tábua do pescoço, podendo ser no músculo ou embaixo da pele. Aplique com calma. Não esqueça de preencher a Declaração de Vacinação e entregá-la na Iagro junto com a Nota Fiscal de compra das vacinas.

Para execução do Plano Estratégico de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa (Pnefa) os estados foram divididos em cinco blocos pecuários para que seja feita a transição de área livre da aftosa com vacinação para sem vacinação. Por questões estratégicas recentemente Mato Grosso do Sul foi remanejado para o bloco IV composto por Estados da região central: Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Sergipe, Tocantins e Mato Grosso do Sul.

(Informações da assessoria Iagro)

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13