Rádios On-line
7736
ALMS DE 22 A 31.05.18
AGEPEN

Obras reforçam segurança no presídio de Caarapó

Atualmente o muro tem 1,70 metro, apos a reforma passará ater 4 metros de altura

14 FEV 2018 - 12h:00Por Redação

Um novo muro está sendo construído no Estabelecimento Penal Masculino de Regime Fechado de Caarapó, assumido em novembro do ano passado pela Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen). O prédio antes funcionava como uma cadeia pública e era administrado pela Polícia Civil.

A construção é executada por meio de parceria entre a Agepen, Poder Judiciário, prefeitura, Ministério Público,  Sindicato Rural e o Conselho da Comunidade, além do apoio da sociedade de Caarapó. As obras tiveram início há cerca de uma semana e são executadas com trabalho de detentos.

O atual muro de 1,70 metro, que em parte é composto por alambrados, será transformado em uma estrutura reforçada de 4 metros de altura, em todo o entorno do presídio.  O projeto  prevê, ainda, a  instalação de uma torre de vigilância.

Conforme o diretor da unidade penal, agente João José Rauber, a obra é de extrema importância para garantir melhorias no controle do ambiente e contribuir nos trabalhos desenvolvidos pelos agentes penitenciários. “É necessário destacar o apoio dos parceiros para que a construção se tornasse possível. Isso demonstra a dedicação de todos para oferecermos um cumprimento de pena efetivo”, declarou.

De acordo com o diretor-presidente da Agepen, agente Aud de Oliveira Chaves, as adequações estruturais são necessárias para a implementação de ações de segurança, assistência e reintegração social. “Essa construção é um projeto que pretendíamos realizar desde que a Agepen assumiu esse presídio e agora está sendo realizada graças aos inúmeros colaboradores”, destacou.

O diretor-presidente afirmou ainda que outros ajustes necessários serão feitos de maneira gradativa e dentro do possível. “Além da custódia desses internos, precisamos realizar iniciativas de reinserção, como implementação de educação, oficinas de trabalho, assistência religiosa, entre outros, e isso tudo demanda uma série de providências”, frisou.

Ações de Saúde

Dentro desse processo de melhorias realizadas na mais nova unidade assumida pela Agepen, semana passada, foi promovida um mutirão de saúde com todos os internos do presídio. Foram feitos exames de escarro para detectar tuberculose e de sangue para identificar possíveis Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs).

No mutirão, entre os exames foram feitos os de escarro para detectar tuberculose e de sangue para identificar possíveis DSTs.

A ação foi conduzida em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Caarapó, e contou com o apoio dos assistentes sociais da Agepen Samuel Carvalho Ribeiro e Michelli de Avelar Geraldis.

“Por ser uma unidade assumida há pouco tempo, esse é um procedimento padrão, com o intuito de analisarmos a população carcerária existente e detectar possíveis enfermos para realizar o tratamento devido, além de prevenir novas doenças”, explicou administrador do presídio, agente Claudemir Moraes.

Já existe o planejamento para construção de salas de dentistas e a programação para a campanha de vacina contra a febre amarela entre os detentos. Com a unidade de Caarapó, a Agepen passou a atuar efetivamente em 19 municípios de Mato Grosso do Sul. (Com informações da Agepen)

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13

Ver Todos os Programas da TVC
CULTURA
7059