Rádios On-line
ESTUDO

Pesquisador descobre vírus gigante no Pantanal

O segundo vírus do mesmo gênero foi localizado na Bacia de Campos, no Rio de Janeiro

4 MAR 2018 - 10h:22Por Ronie Cruz

Um estudo publicado na revista Natures Communications, de alcance mundial, revela a descoberta de dois novos vírus “gigantes” - um deles no pantanal sul-mato-grossense. O vírus do gênero Tupanvírus foi identificado no sedimento de uma salina localizada em uma fazenda ao sul da região do Pantanal da Nhecolândia, em Corumbá. 

O segundo vírus do mesmo gênero foi localizado na Bacia de Campos, no Rio de Janeiro.
A descoberta foi publicada pelo pesquisador da Embrapa Pantanal, Ivan Bergier, um dos autores do estudo, que revela a descoberta dos dois novos vírus gigantes no Brasil. 

Segundo o estudo, ambos os vírus têm uma complexidade genética inédita. “A surpresa foi encontrar um vírus que possui material genético similar ao de archaea, bactérias e eukarya”, explica o pesquisador Bergier acrescentando que a “inovação mora no acaso”.

CONDIÇÃO EXTREMA
De acordo com o coordenador do estudo, o biólogo Jônatas Abrahão, professor do Departamento de Microbiologia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), os dois vírus foram localizados em ambientes aquáticos extremos, em condições semelhantes às primeiras formas de vida no planeta, há bilhões de anos. Também de acordo com o pesquisador, a descoberta poderá levar a uma revisão da classificação dos seres vivos na Terra.

Segundo pesquisadores, os Tupanvírus seriam o “elo perdido” na evolução das espécies, mas não infectam humanos. Há registros de infecções em apenas diferentes tipos de amebas, que são organismos também antigos na história da evolução das espécies.

Deixe seu Comentário