Rádios On-line
9198
CONGRESSO NACIONAL

Projeto da reforma ainda precisa ser votado em 2º turno antes de ir ao Senado

Do Estado, dois deputados votaram contra a Reforma da Previdência

13 JUL 2019 - 09h:24Por Márcia Paravizzi

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou em primeiro turno, nesta quarta-feira (10), o texto-base para a reforma da Previdência, por 379 a 131.  Falta, ainda, a análise de destaques apresentados ao texto, que serão votados separadamente, e votar segundo turno antes de enviar a matéria ao Senado. Para aprovação eram necessários 308 votos.]

As novas exigências de aposentadoria valerão integralmente só para quem ainda não trabalha. Para quem já ingressou no mercado há cinco regras de transição disponíveis. O trabalhador tem o direito de optar pela mais vantajosa. 

Da bancada de Mato Grosso do Sul, apenas dois deputados votaram contra: Dagoberto Nogueira (PDT)) e Vander Loubet (PT). A ministra da Agricultura, Tereza Cristina Correa (DEM), que reassumiu a vaga de deputada para votar comemorou. 

“Esperávamos um bom resultado, mas esta votação superou as melhores expectativas. Acho que isso mostra que o Congresso entendeu a relevância dessa matéria. O Brasil precisa da reforma para preservar as futuras gerações e também os investimentos”, disse.

POLÍTICA
O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), ressaltou que as mudanças no Brasil passam pelo Parlamento e que a solução para os problemas passa, necessariamente, pela política.

“Nossos líderes são desrespeitados, criticados de forma equivocada, mas estão fazendo as mudanças no Brasil. O ‘centrão’,  ninguém sabe o que é, mas é ele quem está fazendo a reforma da Previdência”, disse.

 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13