Rádios On-line
ILEGAL

Proprietários rurais são multados por exploração ilegal de madeira

Valor total das multas é de R$ 13,8 mil e os infratores podem pegar de seis meses a um ano de detenção

26 SET 2017 - 10h:31Por Redação

Dois proprietários rurais foram autuados, ontem (25), por crime ambiental de exploração e armazenamento de madeira ilegalmente, pela Polícia Ambiental de Bataguassu.

Um infrator, de 75 anos, desmatou em sua propriedade, no Assentamento Montana, localizado na altura do Km 45 da BR 267, um total de 26 árvores de grande porte das espécies cumbaru, garapa e angico, com uso de motosserras, sem autorização do órgão ambiental.

O assentado afirmou que estava desmatando para o plantio de roça. Ele não quis indicar o destino da madeira proveniente da extração das árvores. O infrator, residente  no assentamento, foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 7.800,00. Ele também responderá por crime ambiental de exploração ilegal de madeira. A pena é de seis meses a um ano de detenção.

A 600 metros, em outro lote, a PMA encontrou 20m³ de lenha que estava pronta para ser transformada em carvão, ao lado de um forno. A madeira era das mesmas espécies das 26 árvores derrubadas no lote do autuado anterior. A lenha foi apreendida.

O assentado, de 50 anos, havia adquirido a madeira, porém, também não tinha autorização nem para o forno, no qual seria processado o carvão. As atividades foram interditadas. O infrator, residente  no assentamento, foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 6.000,00. Ele também responderá por crime ambiental de armazenamento ilegal de madeira. A pena é de seis meses a um ano de detenção.

(Informações da PMA)

Deixe seu Comentário