Rádios On-line
EVENTO

Showtec abre em 2018 o circuito dos grandes eventos do País

O tema deste ano é o Carbono Zero, defendendo a integração de sistemas que colaboram com a fixação do carbono no solo

14 DEZ 2017 - 12h:00Por Redação

O Showtec 2018, abre o circuito de grandes eventos do País e está programada para acontecer de 17 a 19 de janeiro do próximo ano, em Maracaju, localizado há 160 quilômetros da capital sul-mato-grossense.

O tema nesta edição será o Carbono Zero, defendendo a integração de sistemas que colaboram com a fixação do carbono no solo, como por exemplo: Plantio Direto, Integração Lavoura Pecuária (ILP) e Integração Lavoura, Pecuária e Floresta (ILPF).

Considerada uma das maiores feiras de tecnologia em agropecuária, a Showtec segundo, o superintendente de Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia, Produção e Agricultura Familiar, Rogério Beretta, coloca em pauta a produção com sustentabilidade, tal qual a premissa de trabalho da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro) que, desde 2015, trabalha na reformulação dos programas de incentivo à produção visando incluir na premiação a observância dos parâmetros produtivos e as etapas do processo como um todo.

Dirigindo-se ao presidente da Fundação MS, Luciano Muzzi Mendes, e a sua equipe, Beretta enfatizou que “na Showtec acontece a validação das tecnologias, ao passo que apresentam ao produtor as novas tecnologias e melhor que isso, quais são as melhores tecnologias para serem aplicadas no campo, para cada situação”.

Beretta falou ainda do projeto da carne sustentável orgânica do Pantanal, a Lei de inovação na qual o Governo do Estado está empenhado para assinar até março, a retomada dos trabalhos de zoneamento agroecológico em 44 municípios da bacia do rio Paraná em parceria com a Embrapa Solos do Rio de Janeiro, demonstrando o pioneirismo e o comprometimento de Mato Grosso do Sul em ações voltadas ao desenvolvimento do setor produtivo.

Parafraseando o ex-ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Roberto Rodrigues, Beretta encerrou afirmando que é preciso assumir o perfil agropecuário do Estado e que é neste sentido que o Governo de Mato Grosso do Sul está trabalhando. “É preciso compreender que o desenvolvimento do setor produtivo e do agronegócio, reflete diretamente na nossa economia e na qualidade de vida de todos nós”.

Encerrando o evento o diretor-executivo da Fundação MS, Alex Melotto, apresentou a Showtec 2018, que contará com a certificação de compensação de carbono através do plantio de árvores nativas. Na prática, as emissões de carbono geradas pela organização e realização do evento serão anuladas com plantio de árvores. “O produtor rural também vem fazendo este trabalho quando utiliza o sistema de plantio direto e integração lavoura-pecuária-floresta, onde os sistemas integrados realizam a fixação do carbono”, explicou.

Na edição de 2017 a Showtec recebeu mais de 16 mil visitantes e contou com 120 expositores que apresentaram as mais modernas tecnologias em produtos e serviços, focados em todas as etapas da produção agropecuária.

Outros temas abordados e que dizem respeito à realidade produtiva de Mato Grosso do Sul serão: cultura de soja e milho safrinha, cana de açúcar, pequenos negócios rurais, conservação e manejo de solos, entre outros temas voltados para a agricultura, bem como mostras de implementos agrícolas e maquinários. Haverá também espaço para pecuária, com exposições de produtos e palestras sobre o segmento. (Com informações do Iagro)

Deixe seu Comentário