Rádios On-line
CONTRA A LEI

Em Anastário, PMA autua fazendeiro por exploração ilegal de madeira

Árvores haviam sido transformadas em toras, postes e palanques sem autorização ambiental

27 SET 2016 - 15h:29Por Eliana Cristini

Durante uma fiscalização da Polícia Militar Ambiental de Aquidauana, realizada nas propriedades rurais no município de Anastácio ontem (26), as autoridades autuaram o dono e o gerente de uma propriedade rural por exploração ilegal de madeira. No local os policiais encontraram grande quantidade de madeira da espécie Aroeira, que é protegida por lei.

Árvores exploradas foram transformadas em toras, postes e palanques sem autorização ambiental. Foram apreendidos 4m³ de madeira em toras, 35 palanques, medindo 3,2m³ e seis postes. A madeira e uma motosserra sem documentação foram apreendidas.

O proprietário rural que tem 79 anos e residente em Aquidauana, que não estava no local. A vistoria da PMA foi acompanhada pelo gerente, um homem de 44 anos, que junto que junto com o dono da terra foram autuados administrativamente e multados em R$ 2 mil cada. Eles também vão responder por crime ambiental, que prevê pena de um a dois anos de reclusão.

A espécie vegetal aroeira é protegida por lei. A portaria 83-N de 1991 do IBAMA proíbe o corte da “aroeira” e algumas outras espécies de madeiras nobres, sem plano de manejo, que precisa ser aprovado pelos órgãos ambientais. Inclusive, em desmatamentos autorizados, essas espécies não podem ser cortadas. (Com informações Notícias MS)

Deixe seu Comentário