Rádios On-line
RESPONSABILIDADE AMBIENTAL

Programa Rede Responsável realiza primeira ação de mobilização em MS

Evento em Três Lagoas gerou conexão entre empresas, instituições e projetos sociais para ações socioambientais na região

2 SET 2016 - 09h:32Por Valdecir Cremon

O programa Rede Responsável - uma iniciativa da indústria de celulose Fibria, criado em 2013 - realizou nesta quarta-feira (31), seu primeiro encontro em Três Lagoas (MS), com a participação de mais de 92 pessoas, entre representantes de grandes empresas, instituições e beneficiários de projetos sociais. O programa tem como foco fortalecer processos do desenvolvimento local por meio da estruturação de redes de troca de informações, produtos e serviços.

O objetivo, segundo Maria Luiza Pinto e Paiva, diretora de Sustentabilidade, Comunicação e Relações Corporativas da Fibria, é "unir esforços e conectar diversos atores localizados na região, afim de reforçar a rede em prol do desenvolvimento socioambiental dos municípios".

Instituições e empresas podem participar do programa, de acordo com sua conveniência, disponibilizando recursos humanos, materiais, financeiros ou até mesmo adquirindo produtos ou serviços dos projetos sociais já em desenvolvimento.

A empresa Syngenta - especializada em sementes e produtos químicos voltados para o agronegócio - é um exemplo de parceria no programa. Por meio de seu Plano de Agricultura Sustentável, a empresa identificou uma oportunidade de associação com o  Programa Colmeias, da Fibria, que contribui com o fortalecimento da cadeia produtiva de mel. A parceria começou em 2015, com a inauguração de um apiário experimental.

Neste projeto, a Fibria oferece pasto, em área de florestas plantadas de eucalipto para a disposição de caixas de criação de abelhas e produção de mel. A Syngenta contribui com suporte técnico aos apicultores participantes do programa.

Para Rose Rodrigues, diretora da Syngenta, a rede contribui para a disseminação do conhecimento. "Juntos conseguimos capturar, conhecer e criar uma rede de conhecimento para contribuir com as comunidades e o meio ambiente. Isso reflete no nosso trabalho e no engajamento de todos os envolvidos, que se orgulham em fazer parte desse time”, afirmou.

O apicultor José Henrique Almeida, presidente da Associação Brasilandense de Apicultores, de Brasilândia, participa do Programa Colmeias e, durante o evento desta quarta-feira em em um hotel de Três Lagoas, reforçou a importância da participação dedicação dos integrantes do programa e dos projetos da entidade que representa. “Hoje estamos organizados em uma cooperativa e temos um entreposto de mel, que podemos dizer que é nosso. Estamos prosperando e conquistando novos mercados, e toda a assistência que recebemos é de extrema importância e contribuiu para chegar até aqui”, ressaltou.

Maria Luiza Pinto e Paiva aponta que a Fibria não é a protagonista do Rede Responsável. “Somos apenas um veículo que criou uma plataforma. Nós não queremos assistencialismo, queremos transformação e temos muitas oportunidades. Nós somos os agentes dessa transformação. As perspectivas deste programa para a sociedade, para as pessoas e as organizações são significativas".

Deixe seu Comentário