Perigo

Como prevenir acidentes domésticos

As crianças e os bebês não têm noção do perigo. Manter uma casa segura é importante para mantê-los longe de acidentes evitáveis

26/07/2017 15:54


Entre os acidentes mais comuns as quedas são a principal causa seguido de: cortes, queimaduras e intoxicações. As crianças até os três anos levam os objetos à boca e podem engasgar ou causar asfixia. Manter longe do alcance delas botões, tampas e rolhas de garrafas, moedas, pregos pequenos, parafusos e brinquedos com peças pequenas pode prevenir acidentes.

Sempre explique o porquê de a criança não poder executar uma ação. Não importa a idade do seu filho, a proibição deve ser explicada com muita paciência e repetição. Mostre o objeto ou local ou comportamentos que podem ser perigosos e oriente o porquê do não. Simplesmente dizer não ou chamar a atenção da criança não a inibirá de retomar atitude perigosa.

Sempre que necessário, explique à criança porque é que as suas ações lhe são permitidas a si e a ela não, aponte as razões da não permissão para as crianças e da permissão para os adultos como razões de idade, capacidade, responsabilidade e segurança.  Os pequenos vão desenvolvendo a capacidade de distinguir o que é ou não perigoso diminuindo o risco de acidentes evitáveis.

Os tópicos abaixo poderão ajudar a deixar sua casa segura:

 Medicamento:
•Todos os medicamentos devem ser guardados fora do alcance das crianças, em lugares altos e, de preferência, em armários ou caixas bem fechadas

•Não tome, nem dê medicamentos sem prescrição ou orientação médica, assim como não use medicação fora do prazo de validade.

•Não tome medicamentos perto das crianças. Elas tendem a imitar os adultos.

As Escadas:
•Devem ter um corrimão de apoio e o piso não deve ser liso (escorregadio).

•Coloque “portões” em todos os acessos da casa, às escadas principalmente se seu filho estiver na fase de engatinhar ou  andar.

•Não se esqueça de fechar as proteções e barreiras dos acessos às escadas depois de passar. Um portão mal fechado é como se não existisse.

Janelas e varandas
Há muitas quedas de crianças em consequência de janelas e portas abertas. A única forma de evitar acidentes graves em apartamentos é colocar grades ou redes de proteção nas janelas e varandas

Piscinas, lagos, lagoas e até na praia
•Nunca deixe a criança sozinha perto de uma piscina, mesmo que esta seja própria para ela

•Nunca deixe uma criança sozinha na piscina, seja em que circunstância for. Muitos afogamentos de crianças até aos 4 anos ocorrem porque os adultos se ausentam por “um minuto”, para atender o telefone ou ir buscar o lanche.

•Esteja atento às brincadeiras das crianças na água. Se tem piscina em casa, coloque uma vedação ou tela de proteção à volta, de forma a impedir que a criança tenha acesso à água.

Cuidados na cozinha e lavanderia
•Não deixe crianças sozinhas na cozinha

•Guarde facas e objetos cortantes em locais pouco acessíveis

•Não deixe os bicos do fogão ligados quando acabar de cozinhar

•Vire os cabos das frigideiras para o interior do fogão, para evitar que as crianças tentem pegar.

•Guarde bem os fósforos, pois as crianças não têm medo do fogo e certas brincadeiras podem provocar incêndios

•Torradeiras, bules, garrafas térmicas e outros equipamentos devem ser mantidos fora do alcance das crianças

•Utilize fechos e protetores (inclusive cadeados) que impeçam a abertura de armários e gavetas da cozinha ou de outros locais

•Todas as tomadas devem ter ligação terra e protetores adequados para evitar choques elétricos.

•Nunca deixe o ferro ligado com o fio desenrolado e ao alcance das crianças.

•Evite o uso de tábuas de passar roupa que possam ser puxadas para baixo.  

Evite quedas

•Nunca deixe o bebé ou a criança sozinha em cima de uma cama, bancada ou móvel ao trocar a fralda ou roupa.

•Tenha as fraldas, as toalhinhas de limpeza e os cremes necessários sempre à mão

•Prepare as roupas que lhe vai vestir com antecedência e tenha-as à mão na altura em que vai vestir a criança.

•Use cama de grades, pois evitam quedas da cama

Cuidados com o banho
•Nunca deixe o seu filho sozinho na banheira, mesmo com água rasa é perigoso. Basta uns segundos para que se afogue.

•Verifique a temperatura da água com um termómetro ou com o seu cotovelo.

•Use tapetes ou formas antiderrapantes na banheira.

Cuidados com brinquedos
•Os brinquedos devem ser suficientemente grandes para não ser engolidos e suficientemente resistentes para não lascarem ou partirem

•Verifique os rótulos e etiquetas dos brinquedos para saber quais os materiais de que são feitos, evitando o risco de alergias

•Os brinquedos não devem ter arestas ou ser pontiagudos

•Compre brinquedos adequados à idade da criança e verifique se os oferecidos também são apropriados.
  Vamos manter nossas casas seguras, nossas crianças saudáveis e longe dos acidentes evitáveis.


Jonas Turolla