TRÊS LAGOAS

Abalados, pais de criança atropelada e morta não vão ao júri de acusado

Caso foi em setembro de 2013 e julgamento ocorre desde às 9h desta quarta-feira (30) no Tribunal do Júri

30/08/2017 12:01


Edimilson Saltiva e Kelly Cristina dos Santos Saltiva são os pais da criança Isabel dos Santos Saltiva, morta depois de ter sido atropelada em oito de setembro de 2013, não foram ao julgamento do acusado Jânio Jorgino dos Santos, que foi a júri popular nesta quarta-feira (30). "Ela [a Kelly] não teria condições para acompanhar a este julgamento. Ouvir novamente a história, ver o réu e não ter mais a filha com ela seria muito doloroso", declarou Enilsa Saltiva, tia de Isabel, que acompanha o júri.

Ao JPNEWS, Kelly Cristina declarou em entrevista dias antes do julgamento que espera por justiça e que já perdoou o réu. “O julgamento final é com Deus e ele será cobrado por isso. Aqui, eu já o perdoei e fiz isso porque se ele tivesse tirado a minha vida, tenho certeza que Isabel teria também o perdoado, porque essa foi a missão dela na Terra, ensinar a ter um coração semelhante ao dela”, disse.

O julgamento teve início por volta das 9h desta quarta-feira (30) e ainda deve se estender até parte da tarde de hoje. Duas testemunhas de acusação foram arroladas, sendo uma delas Lucas Saltiva, primo da vítima. 


Tatiane Simon